De acordo com o site SPACE.com, a superfície de Mercúrio acaba de ser completamente mapeada pela NASA. Segundo a publicação, essa é a primeira vez na história que o planeta é apresentado com tantos detalhes, e as imagens foram criadas a partir de informações coletadas pela sonda espacial Messenger.

Mercúrio é o planeta do nosso Sistema Solar que se encontra mais próximo ao Sol, e até bem pouco tempo não estava recebendo tanta atenção científica quanto outros astros. No entanto, a Messenger se encontra em órbita ao redor de Mercúrio desde março de 2011, e acaba de concluir o mapeamento de cada metro quadrado de sua superfície, incluindo as regiões que ficam permanentemente nas sombras.

Informações detalhadas

Através das imagens registradas pela sonda espacial, os pesquisadores da agência norte-americana descobriram importantes dados sobre Mercúrio. Assim, as informações obtidas pela Messenger apontaram que existiu um forte e muito difundido vulcanismo no planeta, além de detalhes sobre o terreno que nunca tinham sido observados anteriormente.

Os cientistas descobriram depressões na superfície de Mercúrio conhecidas como “pockmarks”, que são formadas quando o material volátil presente no terreno sofre sublimação, ou seja, quando uma substância passa do estado sólido para o gasoso sem passar pelo estado líquido, provocando a formação de espécies de crateras de diversos diâmetros.