Astrônomos identificam novo tipo de estrelas variáveis
66
Compartilhamentos

Astrônomos identificam novo tipo de estrelas variáveis

Último Vídeo

De acordo com o site SPACE.com, um grupo de astrônomos identificou um novo tipo de estrela variável, ou seja, cuja luminosidade varia em uma escala de tempo inferior a 100 anos, a apenas 7 mil anos-luz da Terra. A descoberta foi realizada por uma equipe de cientistas suíços trabalhando no Observatório La Silla, localizado no Chile, e os astros identificados apresentam uma variabilidade luminosa superior à considerada normal.

O Sol, por exemplo, é uma estrela variável, apresentando uma variação luminosa de 0,1% em um ciclo de 11 anos, o que significa que a variação é extremamente baixa. As estrelas descobertas agora, observadas em um aglomerado conhecido como NGC 3766, contam com uma luminosidade variável semelhante à do Sol, mas em um ciclo muito mais curto, consistindo em um período entre 2 e 20 horas.

Velocidade crítica

Segundo os astrônomos responsáveis pela descoberta, esse novo tipo de estrela é considerado um desafio para os astrofísicos, pois, de acordo com os modelos teóricos atuais, a luminosidade desses astros nem sequer deveria apresentar qualquer tipo de variação. Assim, o foco agora é entender melhor o comportamento desses estranhos corpos celestes.

Uma das hipóteses é que a variação luminosa dessas estrelas se deva às suas propriedades internas. Outra teoria é de que esses astros estejam se desintegrando, devido à alta velocidade com a qual eles giram. Conforme explicaram os cientistas, enquanto observavam o aglomerado, eles descobriram que essas estrelas giram mais de 50% acima de suas velocidades individuais críticas, que seria o ponto no qual elas começam a se romper gradualmente.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.