Dossiê espacial: vida e morte da sonda MESSENGER da NASA [vídeo]
49
Compartilhamentos

Dossiê espacial: vida e morte da sonda MESSENGER da NASA [vídeo]

Último Vídeo

Mais um grande projeto muito bem sucedido da poderosa NASA está prestes a chegar a seu fim, fazendo com que mais um aparato da Agência Espacial Americana literalmente caia no universo, dessa vez no planeta Mercúrio. Trata-se da sonda MESSENGER (Mercury Surface Space Environment Geochemistry, sigla em inglês para Superfície, Espaço, Ambiente, Geoquímica e Alinhamento de Mercúrio), lançada em 2004.

Com o propósito inicial de “trabalhar” apenas por um ano, ela se mostrou eficaz e bastante durável no espaço em suas primeiras missões, fazendo com que os cientistas prolongassem sua vida o máximo que podiam. Vale ressaltar a você, leitor, que o foco principal da MESSENGER sempre foi focar seus estudos no planeta Mercúrio, mas o equipamento viajou por mais de seis anos antes de finalmente começar a orbitar o planeta mais próximo do nosso sol, em 18 de março de 2011 — de onde nunca mais saiu.

Morte do espaço

De acordo com a NASA, a sonda vai definitivamente “morrer” na quinta (30). Para você ter ideia, desde o dia 24 de abril a MESSENGER começou a fazer os seus últimos seis movimentos rotacionais, direcionando toda a sua estrutura para cair (por falta de combustível) e “morrer de vez” no menor planeta de nosso Sistema Solar, atingindo o planeta a mais de 234,6 km/h — no lado que não dá vista para o Planeta Azul.

Em seu histórico de vida, a famosa sonda americana deixa algumas visitas marcantes, como um sobrevoo completo em torno da Terra, dois em Vênus e por fim, três sobrevoos completos em Mercúrio, se tornando o primeiro veículo espacial a concretizar tal feito.

Contudo, se você está na esperança de obter imagens acerca da queda, esqueça: não são esperadas imagens oficiais do impacto, infelizmente.

Descobertas

Diversas informações inusitadas acerca de Mercúrio (superfície, exosfera, campo magnético etc.), que é também era conhecido como “a estrela da manhã e da noite” pelos astrônomos gregos, foram reveladas nestes quatro anos de missões que a MESSENGER realizou. Confira as mais relevantes:

Temperatura

A superfície do planeta pode chegar a tórridos 450 graus Celsius. Porém, como ele não possui uma atmosfera que segure todo o seu calor, as temperaturas noturnas podem despencar para até 170 graus Celsius negativos, sendo a maior variação climática descoberta em nosso Sistema Solar.

Crateras

Semelhante a nossa Lua, Mercúrio possui quase o mesmo tamanho de nosso satélite natural, assim como é repleto de crateras, pois não possui uma atmosfera significativa para impedir impactos de meteoros e asteroides. Aliás, A MESSENGER constatou que o planeta abrigava um vasto oceano de lava há 4,5 bilhões de anos, aproximadamente.

Atmosfera

O menor planeta do Sistema Solar tem apenas 38% da gravidade da Terra, o que é muito pouco para manter a sua atmosfera intacta e longe dos perigosos ventos solares.

Água

Em 2012, a sonda revelou ao mundo algumas informações bem inusitadas, descobrindo água congelada nas crateras em torno do polo norte de Mercúrio. Isso acontece devido ao simples fato de que a inclinação do eixo de rotação do planeta possui o ângulo de apenas 1 grau, facilitando na hora de se “esconder” do Sol. Acredita-se que o polo sul também possa conter diversas bolsas de água.

Dia a dia

Um dia em Mercúrio é o equivalente a quase 59 dias terrestres, o que é totalmente estranho e desconcertante para um simples terráqueo. Como a gravidade do Sol é muito forte no planeta, ele fica praticamente preso ao nosso astro-rei, viajando pelo espaço a cerca de 180 mil km/h — mais rápido do que qualquer outro planeta.

Magnetismo

Mercúrio possui apenas 1% do campo magnético da Terra, mas ele é extremamente ativo e resistente. Mesmo assim, devido aos ventos solares, tornados magnéticos são comuns no planeta — quem se arrisca a fazer uma breve visita?

Imagens mirabolantes

Além de informações e curiosidades acerca da “a estrela da manhã e da noite”, a MESSEGER registrou diversas imagens incríveis em seus 11 anos de vida. Confira algumas fotos:

Para mais informações, é possível acessar o site oficial da MESSENGER, ou até mesmo um especial da NASA sobre o assunto. Além disso, vale muito a pena você conferir o vasto banco de imagens oficiais feitas pela sonda, chamado de “Galeria MESSENGER”.

Próxima parada

De acordo com informações publicadas pela própria NASA, a próxima sonda dos caras em Mercúrio será chamada de BepiColumbo, prevista para ser lançada em janeiro de 2017. Enquanto isso, o que nos resta é aguardar por novas informações a respeito do novo projeto.

***

E você, leitor, gosta do assunto? O que achou das descobertas feitas pela MESSENGER? Não deixe de compartilhar sua informação com a gente nos comentários abaixo.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.