Adolescente cria dispositivo que realiza testes de DNA em casa
191
Compartilhamentos

Adolescente cria dispositivo que realiza testes de DNA em casa

Último Vídeo

Não é incomum que irmãos tenham a aparência bem diferente um do outro. Mas, no caso de Fred Turner, um garoto inglês de 17 anos que se cansou de ouvir piadinhas com relação ao seu irmão mais novo — Gus, de 14 anos —, essa diferença serviu de inspiração para que ele desenvolvesse um dispositivo capaz de realizar testes de DNA em sua própria casa.

Fred tem cabelos lisos e castanhos, enquanto Gus conta com uma cabeleira ruiva e toda encaracolada, o que gerava piadinhas sobre a paternidade dos irmãos entre os maldosos de plantão. Assim, utilizando peças de diversos aparelhos domésticos, Fred construiu um termociclador, ou seja, uma máquina capaz de realizar testes de paternidade e o sequenciamento genético para identificação de mutações e doenças.

Prova de paternidade

Fonte da imagem: Reprodução/Daily Mail

O dispositivo de Fred emprega a mesma tecnologia utilizada pelos laboratórios que realizam os testes de paternidade, criando múltiplas cópias e amplificando os filamentos de DNA para a realização das análises. O objetivo do rapaz era provar que ele e o irmão eram filhos do mesmo pai, e que Gus é ruivo devido a uma mutação genética. E foi bem isso o que Fred fez: depois de coletar o material genético do irmão, ele botou a máquina para funcionar.

Após duas horas de análises, Fred enviou os resultados a um laboratório que, efetivamente, confirmou que Gus apresentava a tal mutação. O melhor de tudo isso é que, além de conseguir provar para todos os linguarudos que os irmãos eram filhos do mesmo pai, Fred foi nomeado como o “Jovem Engenheiro do Ano” no Reino Unido, além de conseguir uma bolsa para estudar Bioquímica na Universidade de Oxford. Engulam essa, fofoqueiros!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.