Inverno 2012: o que esperar dos desfiles cariocas

Inverno 2012: o que esperar dos desfiles cariocas

Equipe MegaCurioso

Coleção de Herchcovitch para o Fashion Rio. Fonte: ffw.com.br

A partir de hoje está aberta a temporada de inverno 2012 no Rio de Janeiro. O início do Senac Rio Fashion Business com o desfile de Patrícia Vieira nessa segunda-feira marca o começo de uma maratona de apresentações e palestras que acontecerão ao mesmo tempo também em outros eventos da semana, como o Fashion Rio, o Rio-à-Porter e Prêmio Rio Moda Hype.

E não será apenas nas passarelas que as tendências estarão em evidência. Exposições e discussões vão ajudar a compor o cenário das coleções por meio da discussão da influência da identidade brasileira no processo criativo, fazendo referências também à capital carioca.

O Fashion Rio permanece como o evento principal do período, reunindo 25 grifes, além de mostras e mesas redondas com o tema “Sou Rio, essa bossa é nossa”. Outro destaque da Semana de Moda carioca é a presença já confirmada de duas modelos internacionais, Hanna Rundlof e Anastasia Kuznetsova. Ambas foram convidadas pela agência Elo e possuem um currículo de dar inveja, com campanhas feitas para Prada, Chanel, Louis Vuitton, Givenchy, Lanvin e Missoni.

Confira o que esperar do Fashion Rio e dos outros eventos de moda que acontecem na cidade maravilhosa durante a segunda semana de janeiro.

Desfiles – Fashion Rio

Herchcovitch

Mais previews da coleção do estilista. Fonte: instagr.am de Herchcovitch

O estilista que irá abrir a semana de desfiles no Rio preparou uma coleção formada por peças consideradas clássicas. Entre elas estão jaquetas do estilo lenhador com pele sintética de carneiro, o modelo de motoqueiro, lingeries rendadas e tricôs manuais oversized.

As caveiras, uma das marcas registradas do stylist, também não ficarão de fora da passarela. Elas aparecem em it bolsas e blusas de tricô que deverão entrar para a lista de desejo da maioria das fashionistas.

A linha ainda tem influência dos anos 1980, com shapes amplos e ajustados ao corpo. Outros destaques dos modelos deverão ser as lavagens e acessórios como óculos, bonés e boinas criados por grifes parceiras. Há ainda outros elementos, como skates, que serão adicionados ao desfile.

Acquastudio

Modelo para o desfile da grife. Fonte: Divulgação

A estilista da marca, Esther Bauman, foi buscar nas décadas de 1940 e 1950 a inspiração para a maioria das peças da coleção de inverno. Com foco nos modelos para festas, a linha será composta por rendas, lã, crepes com foils, tecidos tecnológicos, organza e tule. A paleta de cores deverá incluir tons como cobalto, cacau, nude, cobre, dourado e framboesa.

Patachou

Looks de inverno 2012 da Patachou. Fonte: Divulgação

O Oriente foi a inspiração para a coleção da Patachou que será apresentada na 20º edição do Fashion Rio. A cultura e o estilo de vestuário do Japão deram as diretrizes para o desenvolvimento das formas e da cartela das cores da linha. Assim, será possível conferir quimonos e suas amarrações na passarela da marca.

Alessa

Croquis para o desfile da Alessa. Fonte: Divulgação

Com o tema “Céu na Terra”, a marca mistura a sinuosidade das plumas e a geometria dos tapetes em suas peças. Elas foram desenvolvidas em uma paleta de cores variada, com tons de ocre, marrom, azul, cinza e laranja. Entre os tecidos, os destaques vão para a seda, o tricô a linha e a lã.

Cantão

Fonte: Reprodução

O conceito do casulo ao avesso é a inspiração da grife para a temporada de inverno 2012. Para promover um olhar ao interior sem ter medo do que tem lá dentro, o desfile será composto por formas arredondadas, calças amplas e peças com o avesso aparecendo. Os modelos foram desenvolvidos com tricôs de seda rústica, tecidos de alfaiataria masculina, couro, lãs, gaze de linho e palha de seda bordada.

A cartela de cores é extensa e inclui off-white, taupe, verde, amarelo, caramelo, chumbo, azul intenso e vermelho aberto.

2nd Floor

Robin Hood foi a inspiração para a coleção que será apresentada pela 2nd Floor no Fashion Rio. Assim, as peças reúnem elementos da natureza, florestas e animais em estamparias, cores e texturas. Os modelos tendem a serem clássicos e sofisticados, incluindo chemises de vários tipos e comprimentos, roupas volumosas de pele sintética que buscam fazer referência a lobos, raposas, leões, ursos, cobras, crocodilos e até a pássaros.

Melk Z-Da

Uma das inspirações da coleção da Melk Z-Da. Fonte: z-da.blogspot.com

Na onda de valorização do nacional, a Melk Z-Da foi buscar nas bonecas de barro de várias regiões do Brasil a inspiração para coleção de inverno desse ano. Assim, é possível esperar peças com babados, tons de barro na cartela de cores e formas justas que valorizam a silhueta.

Os modelos foram desenvolvidos com grande variedade de tecidos, como tule, renda, couro artificial metálico, miçangas, pérolas, cristais e plumagem. Nesse aspecto, vale ressaltar o algodão de barro resinado, que foi desenvolvido no atelier na marca), a organza de barro resinada, o tricô artesanal de seda reciclada e os botões de barro.

A coleção contou ainda com a colaboração da artista plástica Rosário Carvalho, que foi a responsável por fazer as miniaturas de flores em barro.

TNG

Em sua coleção para o inverno, a TNG mescla duas realidades: o campo e a cidade. Assim, a linha é rica em estampas de pássaros e folhagens desenhadas à mão.

O destaque da apresentação, no entanto, vai para o aspecto sustentável dos modelos. Os tecidos usados são ecologicamente corretos, feitos de fibras naturais e PETs reciclados. O jeans eco-friendly da grife, por exemplo, foi desenvolvido de forma 100% reciclada, com elementos de PET e restos de fios da indústria denim.

Fonte: Reprodução

Há ainda espaço para tencel, algodão, seda, linho e lã. Nesse contexto, cores e texturas que fazem referência ao campo ganham nova aparência por meio de um olhar urbano.

Como em desfiles anteriores, duas celebridades estarão presentes na passarela. Para elas, Carolina Dieckman será o rosto da coleção formada por saias curtas, volumes em godês, babados e vestidos de saias amplas e cintura marcada. As calças irão do skinny à pantalona.

Para eles, o representante será Marcelo Serrado, que apresentará a linha com alfaiataria, casacos, parcas e trench coats desenvolvidos em shape slim. Nem o tricô ficou de fora das tendências da marca para o público masculino.

Bianca Marques

A estilista, que nos dois últimos anos fez parte da programação do Rio-à-Porter, estreia na programação oficial do Fashion Rio com uma coleção inspirada na bailarina Ana Botafogo. Por isso, a tendência será a de uma linha com peças fluidas e alfaiataria inusitada.

A cartela de cores promete ser neutra e variada, com destaque para preto, branco e nude.

Maria Bonita Extra

Fonte: Divulgação

Batizada de Ciclos, a coleção da marca para o inverno tem inspiração nos anos 1950 e 1960, com estampas leves, geométricas e coloridas. As peças tendem a serem mais estruturadas, com silhuetas marcadas, saias volumosas e comprimento menor.

A leveza da coleção também se expressa nos tecidos, entre eles a organza, o musseline de seda e o tafetá, todos trabalhados a mão. A cartela de cores é variada com destaque para o vermelho, o verde o azul, além dos toques metalizados.

New Order

Fonte: Divulgação

O universo da aviação é a inspiração para a coleção de inverno 2012 da grife. Assim, acessórios como fones de ouvido, passaportes e tags de malas deverão estar presentes na passarela do Fashion Rio, mas em versões bem femininas.

O diferencial estará nos materiais utilizados pela marca, que remetem a uma leitura nova da estética da geração beat. Entre eles estão o verniz, o metalizado speck e o plástico transparente, que dão às peças um efeito espelhado. Eles foram associados ainda ao neoprene, drylex e acrílico.

A paleta de cores tende a ser bem variada, incluindo tons irreverentes como dourado, prata e fluorescentes (típicos das sinalizações de pistas de aeroportos), além das tonalidades mais comuns, como marfim, caramelo, café, azul Klein e marinho.

Espaço Fashion

Fonte: instagr.am Espaço Fashion

O Rio é a inspiração da nova coleção da marca, mas visto sob um novo ângulo. A visão vem da perspectiva de quem chega à cidade pelo mar, mesclando referências como a urbanização da capital, as calçadas de pedras portuguesas, os relevos e a Rádio Guanabara.

Os modelos deverão incluir vestidos retos, calça cigar, saia midi, jaquetas e coletes alongados para formar falsas sobreposições e recordes. Entre os tecidos, destaque para o veludo lavado, musseline, crepes de seda, couro metalizado e tricô.

Na estamparia, aparecem as calçadas do Rio e referência aos relevos da paisagem em diferentes períodos do dia. Para a cartela de cores deve-se esperar preto, carvão, coral, variações de branco, azul e nude com toques rosados.

Walter Rodrigues

Inspiração de Walter Rodrigues. Fonte: Reprodução

O estilista foi buscar na literatura a influência para sua linha de inverno 2012. A publicação People of the 20th Century, do fotógrafo alemão August Sander, é a inspiração para a coleção, que promete trazer peças contemporâneas e atemporais.

Em contrapartida aos excessos da moda atual, Rodrigues aposta na elegância contida e na simplicidade, visando gerar reflexão sobre o tema por meio da mistura de tecidos e estampas.

R. Groove

A marca deverá apresentar na passarela da 20ª edição do Fashion Rio uma coleção que mescla sportwear com toques clássicos. Assim, será possível conferir peças de alfaiataria desenvolvidas em tecidos como lã, sarja resinada e tricô.

Entre as estampas, o destaque vai para um floral adaptado para o inverno, que possui flocos de neve em meio à ilustração para fazer referência aos dias frios.

Àgatha

Fonte: Reprodução

A estilista Ceiça Gioielli tirou do próprio ato de olhar a inspiração para compor sua coleção de inverno 2012. Para criar novas possibilidades, ela investiu em uma grande variedade de tecidos, como couro, lã, chamois, cetim, seda, metalizados, lurex e glitter.

Outra aposta da designer é o contraste entre peças com modelagens amplas e outras ajustadas ao corpo, com shape reto.

A cartela de cores também é vasta e inclui vermelho, preto, conhaque e ice.

Filhas de Gaia

Para o inverno 2012, a grife aposta em um inesperado encontro de elementos da África e do Japão. A inspiração africana traz o étnico, sobreposições e franzidos bicolores do vestuário feminino da tribo Massai, enquanto o estilo japonês favorece peças mais limpas e geométricas.

O resultado dessa mistura deverá trazer pantalonas, longos assimétricos, recortes e fendas.

Nica Kessler

Fonte: Reprodução

No desfile da Nica Kessler também haverá mistura de referências. O folk e o urbano unem-se em trançados de camurça ou couro, peças bicolores de couro invertido, detalhes de fios que remetem ao tear e texturas leves com aparência pesada.

A intenção é misturar as tramas do tear artesanal com a realidade dinâmica da metrópole em ponchos, bordados e maxiacessórios. A cartela de cores tende a ser quente e terrosa, além do azul intenso.

Durante a apresentação da coleção, vale prestar atenção também às mãos das modelos. Elas irão usar dois esmaltes novos da Big Universo, que serão tendência nos dias frios. Os tons são Mino e Misko, um ouro velho e um vinho furta cor, respectivamente. Ambos possuem o glass effect, que parecem depositar grãos de vidro que refletem a luz sobre as unhas.

Aüslander

A grife promete caprichar em seu desfile, que irá encerrar a temporada de inverno 2012 do Fashion Rio. A apresentação terá a presença da modelo internacional Daisy Lowe, que se destaca no mundo fashion por seu estilo descomprometido e naturalmente sensual.

Senac Rio Fashion Business

Nessa edição, o Senac Rio Fashion Business completa 10 anos de desfiles e, para comemorar a data, o tema escolhido segue a inspiração do Fashion Rio, valorizando o nacional. O apelo é para a preservação da cultura nacional, buscando na essência a vitalidade de todas as coisas.

Assim como a Semana de Moda carioca, o evento também irá oferecer mostras complementares, como a exposição de figurinos de novelas da Rede Globo.

O escopo do Fashion Business, no entanto, ultrapassa a apresentação das coleções. Além dos 15 desfiles que compõem a programação, o evento também possui um salão de negócios com mais de 300 expositores. E, para 2012, a intenção é de aumentar as vendas em pelo menos 10% se comparado aos resultados do ano anterior, em que foi atingida a marca de 760 milhões de reais em negociações.

Coleção de verão de Patricia Viera. Fonte: patriciaviera.com

As apresentações começam hoje com uma das coleções mais esperadas, assinada por Patrícia Vieira. O evento não será aberto ao público e poucos convidados poderão conferir de perto a linha de inverno que contará com a presença da modelo Laís Ribeiro, exclusiva da grife no Fashion Business, na passarela. A expectativa é que as peças incluam modelagens justas com cintura marcada, alfaiataria, brilhos e outros elementos que valorizam a silhueta feminina, como fendas, decotes e comprimentos mini ou midi.

Na grife Sacada, a inspiração para os modelos de inverno 2012 vieram dos anos 1940 com elementos da década de 1980. Assim, há vestidos estruturados com ombros marcados e também peças fluidas. A grife também apostou em acessórios diferenciados, como capacetes e luvas. A top Marcela Freez fará parte do casting do desfile, além de ser o rosto da campanha da coleção.

Para o Fashion Business, o estilista Victor Dzenk, de Minas Gerais, viajou até o Maranhão para encontrar nos elementos folclóricos do estado inspiração para sua estamparia de inverno. Os desenhos foram aplicados nos vestidos-sereia, camisas e no destaque da coleção, que é a alfaiataria.

Croquis da Maria Filó. Fonte: mariafilo.com.br

A Maria Filó é outra grife que promete uma bela coleção para a temporada. As peças fazem referência ao tema festa, principalmente as comemorações entre amigos com o apelo get together. Por isso, a linha foi batizada de Apartamento 102, sendo formada por modelagens volumosas, comprimentos variados, texturas e mescla de tecidos. A cartela de cores é escura, com destaque para o preto e o marinho.

O desfile da marca contará ainda com a presença da top Isabeli Fontana no casting.

Fonte: Divulgação - Afghan

Para a grife Afghan, a inspiração para a coleção de inverno 2012 veio da fotografia e todos os seus elementos capazes de transformar um momento do presente em um passado mais distante. A cartela de cores é formada por pretos e brancos que dão vida a estampas que sugerem flashes, distorções e ampliações de imagens. As peças são compostas ainda por zíperes aparentes, transparências e vazados estratégicos.

O shape tende a ser mais ajustado ao corpo, além de saias em linha A. Os tecidos utilizados são as malhas dubladas, tecnológicos, couros, tricôs, acetinados e paetizados.

Apesar de ter ficado de fora do line up do Fashion Business, a Mara Mac estará presente no evento com um stand para lançar sua coleção de inverno 2012. Para tanto, a grife preparou um catálogo em vídeo, além de contar com duas modelos que ficarão disponíveis para que os visitantes criem looks e fotografe-os em fundo infinito.

A linha é inspirada na rapidez da troca de informações no dia a dia, dando origem a modelos com camadas e estampas de textos ou feitas de fibra ótica.

Prêmio Rio Moda Hype

Croqui de Antônio Bizarro. Fonte: Divulgação

Esse é outro evento que acontece durante o mesmo período, encerrando os desfiles do Fashion Rio nos dias 10 e 11 de janeiro. Os dez estilistas selecionados nessa edição irão apresentar 100 looks, todos criados especialmente para o evento.

Entre as apresentações mais esperadas estão as de Antonio Bizarro e Lucas Magalhães.

Look de Lucas Magalhães. Fonte: Divulgação

Rio-à-Porter

Conhecido como o salão de negócio do Fashion Rio, o Rio-à-Porter desse ano traz novidades, como a programação especial de palestras que tratam de economia criativa entre os dias 10 e 13 de janeiro.

Os encontros oferecem uma palestra sobre tendências feita pelo Senai Moda, uma conversa sobre criatividade entre o música Charles Gavin e o artista plástico César Villela (responsável por várias capas de discos de Bossa Nova) e ainda uma discussão sobre influências diversas em conceitos da temporada de verão 2013 com Camila Toledo, que é diretora de tendências do Stylesight.

Há também uma palestra do maquiador, fotógrafo e consultor de estilo Fernando Torquatto na quinta-feira.

Por fim, a revista ELLE e o WGSN apresentam na sexta-feira uma apresentação sobre o tema “Universo Feminino e a moda 2012”, ministrada por Clarissa Araújo (WGSN) e Cynthia Almeida (Editora Abril).

Sérgio Rodrigues. Fonte: ffw.com.br

O evento se encerra com uma conversa com Sérgio Rodrigues, um dos maiores nomes do design brasileiro, que vai contar as principais fases de sua carreira e sobre seu processo criativo.

Ele será homenageado também em uma exposição que acontece no Píer Mauá, junto ao Fashion Rio, que terá peças de seu acervo pessoal, móveis (como as cinco principais poltronas e cadeiras assinadas por ele), além de interações em cabines com alto-falantes com histórias narradas pelo próprio profissional.

Os seminários do Rio-à-Porter são voltados a profissionais do setor, mas a boa notícia é que as palestras serão abertas ao público. Porém, quem quiser conferir terá que chegar cedo, pois as vagas estão sujeitas à disponibilidade de lugares.

Mais palestras e exposições

Quem quiser aproveitar ainda mais a maratona de eventos cariocas relacionadas à moda podem participar ainda de outras exposições e palestras independentes ao Rio-à-Porter.

A parceria entre a revista ELLE e o WGSN oferece também outra conversa sobre inovações digitais, com Carolina Althaller, que acontece no Jockey Club Brasileiro, no dia 10 de janeiro.

Fonte: editorasenacsp.com.br

Há também o lançamento do livro “A joia do Rio” durante o Fashion Business, nessa mesma data. O bate-papo com os autores Regina Machado e Marcos Vianna acontece às 17h no Laboratório Senac Rio/ Design de Interiores. A obra reúne fotos de peças de 77 designers e empresas que homenageiam o Rio de Janeiro.

No Fashion Rio, Fernando Torquatto apresenta 34 retratos intimistas de celebridades da música, televisão e cinema com quem trabalhou. Entre eles estão Cléo Pires, Gilberto Gil, Thaís Araújo e Regina Casé.


Cléo Pires nas lentes de Torquatto.
Fonte: Reprodução

Por fim, há ainda a mostra no Píer Mauá que traz a influência do design na música brasileira. Nela, serão exibidas mais de 50 capas de discos de nomes como Edu Lobo e Vinícius de Moraes. Algumas são originais das décadas de 1960 e 1970 e têm inspiração no Rio de Janeiro.

Mudanças para o futuro

Apesar de todo o empenho dos organizadores dos eventos, a temporada de inverno é tida como fraca para o mundo da moda brasileira. Por isso, o responsável pelo Fashion Rio, Paulo Borges, afirmou que para o futuro deve haver mudanças no calendário nacional.

Nesse contexto, a edição de inverno do evento deve ser extinta, antecipando a de maio e uma nova semana de Alto-Verão seria implementada na programação anual.

Por enquanto, vale a pena aproveitar tudo o que a Semana de Moda carioca tempo para oferecer.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.