Empresário quer recriar o ataque terrorista contra as Torres Gêmeas
25
Compartilhamentos

Empresário quer recriar o ataque terrorista contra as Torres Gêmeas

Último Vídeo

O ataque terrorista contra o World Trade Center completará 15 anos no dia 11 de setembro deste ano, e até hoje o atentado desperta teorias da conspiração. Há quem acredite que as torres não deveriam ter desabado tão depressa após a colisão das aeronaves, que a queda dos edifícios se parece incrivelmente com o que acontece durante uma demolição com explosivos e até que tudo foi armado pelo próprio Governo dos EUA.

De acordo com Richard Wheatstone, do portal Mirror, Paul Salo, um empresário norte-americano, teve uma ideia meio maluca para tentar provar — ou derrubar — as teorias da conspiração relacionadas com o ataque às Torres Gêmeas. Ele deseja comprar um Boeing e estraçalhar o avião contra a lateral de um edifício a 800 quilômetros por hora. E tem mais: o cara pretende vender entradas para quem quiser assistir ao espetáculo ao vivo e a cores.

Recriando uma tragédia

Salo atualmente vive na Tailândia — tá explicado... ninguém nos EUA permitiria que ele seguisse adiante com esse projeto! — e, segundo explicou em um vídeo, pretende comprar um Boeing 747 ou similar, encher o tanque de combustível, adquirir um edifício no interior do país que esteja prestes a ser demolido e que fique em uma área desabitada, e mandar o avião para cima do alvo.

Esse é Salo, o cara que pretende recriar o atentado

O empresário inclusive já teria iniciado as negociações com o Exército da Tailândia para obter a aeronave e definir qual será o local da simulação e convidou todo mundo que deseje contribuir com a reconstrução do atentado para participar do projeto. Além disso, Salo explicou que o Boeing será pilotado remotamente e garantiu que todas as medidas serão tomadas para ninguém saia ferido.

Segundo disse, câmeras serão espalhadas pelo interior e exterior do prédio para verificar o que vai acontecer com sua estrutura durante e após a colisão. O avião também será equipado com câmeras, e a ideia é provar de uma vez por todas se o atentado contra o World Trade Center foi armado ou não.

Ataque terrorista ainda alimenta teorias da conspiração

Ah! Nós comentamos no início da matéria que o empresário pretende vender entradas para quem quiser assistir a este ataque, certo? De acordo com o Mirror, os ingressos serão vendidos a US$ 5 mil por pessoa (ou o equivalente a pouco menos de R$ 17,5 mil), e a verba será usada para ajudar a financiar o custo do projeto.

***

Você acredita que o ataque ao World Trade Center foi mesmo idealizado por Osama bin Laden? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.