Emocionante: ensaio fotográfico mostra o retorno de residentes a Fukushima
224
Compartilhamentos

Emocionante: ensaio fotográfico mostra o retorno de residentes a Fukushima

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Como você sabe, a região de Fukushima, no Japão, foi gravemente afetada pela liberação de material radioativo após a área ser atingida por um tsunami — provocado por um forte terremoto — em 2011. A onda gigantesca causou o derretimento de três dos seis reatores da usina nuclear situada no local. Assim, além de milhares de pessoas terem perdido suas vidas em decorrência do sismo, cerca de 80 mil foram forçadas a evacuar as imediações da planta.

O desastre acabou de completar cinco anos e, de acordo com Euan McKirdy, da CNN, as autoridades japonesas decidiram permitir que os antigos residentes comecem a voltar para as suas casas. Pois os fotógrafos Carlos Ayesta e Guillaume Bression decidiram acompanhar alguns desses corajosos japoneses em seu regresso para retratar o impacto que a tragédia teve em suas vidas.

Melancolia

Conforme pode ser visto nas imagens a seguir, quando as autoridades ordenaram a evacuação das áreas próximas à usina nuclear, a população simplesmente foi embora deixando tudo para trás. Nos últimos cinco anos, residências, colégios, bares, arcades, estabelecimentos comerciais etc. foram abandonados à própria sorte — e o panorama atual lembra bastante as cenas de um filme pós-apocalíptico.

Para criar as imagens, Ayesta e Bression pediram que os antigos moradores da região retornassem aos locais que eles costumavam frequentar e que agissem com normalidade, como se a tragédia não tivesse passado por ali. O resultado é uma poderosa coleção de fotos que despertam um misto de sensação de perda, abandono e melancolia — e você pode conferir os emocionantes retratos a seguir:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

7.

8.

9.

10.

11.

12.

13.

14.

15.

16.

17.

***

Você tinha noção do impacto que o desastre de Fukushima provocou na vida dos habitantes da região? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.