Cientistas confirmam ter encontrado partícula mais antiga da História
532
Compartilhamentos

Cientistas confirmam ter encontrado partícula mais antiga da História

Último Vídeo

Em 2001, cientistas disseram ter encontrado cristais de zircônio de 4,4 bilhões de anos de idade. Mas, obviamente, houve muita polêmica e poucas pessoas acreditaram nisso. Só que, agora, eles conseguiram provar tal afirmação.

Os cristais são invisíveis a olho nu e foram encontrados por geólogos em um rancho de cabras na remota região da Austrália chamada Jack Hills.

Região de Jack Hills Fonte da imagem: Reprodução/The Jeweler Blog

Os cientistas demoraram 13 anos para comprovar a idade desses cristais, pois, dentro deles, átomos de chumbo se moviam. “E, se isso acontecer onde os átomos estão concentrados, você encontrará uma idade mais antiga do que a real”, explica John Valley, geoquímico da Universidade de Wisconsin.

Eles puderam descobrir o tempo que estes átomos demoravam para parar de se mover e, então, conseguiram medir com precisão o tempo de vida dos cristais. Esta medição tem margem de erro de “apenas” seis milhões de anos.

Quase da mesma idade da Terra!

É dada como idade estimada da Terra 4,6 bilhões de anos, graças ao estudo de meteoritos. É sabido que nesta primeira era geológica houve um impacto muito grande no nosso planeta – algo do tamanho de Marte – transformando-a em lava pura e que gerou a Lua.

Então, estes cristais de zircônio podem ser encaixados na era Pré-Cambriana, também conhecida como Eon Hadeano, logo após a criação de nosso planeta e na época do impacto citado.

Agora só gostaríamos de tocar rochas que fossem tão velhas como estas partículas.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.