(Fonte da imagem: Reprodução/BBC)

Você se lembra de uma notícia sobre uma mensagem secreta encontrada entre os ossos de um pombo-correio descoberto na Inglaterra? Os especialistas acreditam que o texto codificado havia sido enviado durante a Segunda Guerra Mundial, provavelmente pelas Forças Aliadas durante as invasões ocorridas no Dia D, a partir da França ocupada pelos nazistas.

O problema é que os decodificadores nunca conseguiram decifrar o conteúdo da mensagem, vindo a público para pedir ajuda. De acordo com a BBC, Gord Young, um canadense de Ontário, pode ter — finalmente — decodificado o texto, levando para isso apenas 17 minutos. Conforme explicou Young, o código não é nada complexo, e está baseado em um antigo sistema criado durante a Primeira Guerra Mundial.

Segundo a publicação, Young decidiu consultar um antigo livro de códigos para decifrar a mensagem, afirmando que o texto detalha as posições das tropas alemãs na Normandia. Os especialistas da GCHQ — agência britânica de inteligência que tentava quebrar o código — ainda acreditam que a mensagem jamais será decifrada, mas adorariam dar uma olhada na descoberta do canadense.

Conforme explicou Young, o código é simples e baseado principalmente em acrônimos:

AOAKN HVPKD FNFJW YIDDC

RQXSR DJHFP GOVFN MIAPX

PABUZ WYYNP CMPNW HJRZH

NLXKG MEMKK ONOIB AKEEQ

WAOTA RBQRH DJOFM TPZEH

LKXGH RGGHT JRZCQ FNKTQ

KLDTS FQIRW AOAKN 27 1525/6

Decodificada?

O The Telegraph publicou o conteúdo da mensagem que já foi decifrado por Gordon Young, e você pode conferir a tradução — livre — abaixo:

Observador da artilharia no Setor ‘K’, Normandia. Relatório suplementar solicitado pelo quartel general. Ataque com Panzer – blitz. Observador da artilharia posicionado a oeste rastreando ataque.

Tenente ciente de que as armas extras estão aqui. Sabe onde se encontra a estação local de envio. Determinada a posição dos quarteis generais dos ‘Jerry’ (alemães) do front de batalha. Quartel da bateria direita se encontra aqui.

Localizado o quartel de infantaria aqui. Nota final, confirmando, localizado o paradeiro dos ‘Jerry’. Revisar anotações de campo. Medidas de contra-ataque contra os Panzers não estão funcionando.

Quartel central da bateria direita dos ‘Jerry’ está aqui. Observador da artilharia no Setor ‘K’, Normandia. Morteiros, infantaria atacar Panzers.

Atingir à direita dos ‘Jerry’ ou manter a bateria aqui. Quartel dos engenheiros elétricos já é conhecido. Tropas, Panzers, baterias, engenheiros estão aqui. Última nota conhecida para o quartel general.

Segundo o The Telegraph, o resto da mensagem ainda precisa ser decifrado, embora Young acredite que possa se tratar de trechos adicionados propositalmente para confundir os alemães no caso de que o texto caísse nas mãos erradas. De momento, tanto os canadenses como os britânicos estão em busca de alguém que compreenda esses códigos de artilharia para, quem sabe, terminar de decodificar o texto.