Descubra a origem dos nomes destes 7 países
179
Compartilhamentos

Descubra a origem dos nomes destes 7 países

Último Vídeo

Que aqui é um lugar de gente curiosa, você já sabe. E, de fato, curiosidade é algo que nos impulsiona, já reparou? É por causa dela, da curiosidade, que acabamos fazendo descobertas incríveis. Você já se perguntou, por exemplo, como surgiram os nomes de alguns países? A gente já. A seguir, fique sabendo um pouco mais sobre como algumas nações foram batizadas:

1 – Paquistão

Aimore

Na língua urdu “Paquistão” significa “Terra dos Puros”, mas não é só isso que o nome representa. No dia 14 de agosto de 1947 um Paquistão moderno tinha início, seguindo a divisão da Índia, ainda que a palavra “Paquistão” tenha começado a ser usada dez anos antes, graças ao nacionalista Choudhy Ramat Ali, que defendia a ideia de um estado mulçumano separado.

Ele foi o responsável pela publicação de um documento chamado “Agora ou Nunca”, que foi panfletado no dia 28 de janeiro de 1933. A ideia era comover o governo britânico mostrando como 30 milhões de muçulmanos desejavam a independência. Esses cidadãos eram das regiões de Punjab, Afghan, Kashmir, Sind e Baluchistan, cujas letras formavam um acrônimo para “Paquistão”.

2 – Canadá

Emprego pelo mundo

O francês Jacques Cartier velejava pelo rio São Lourenço e ouviu seu guia nativo explicando que aquela era a rota para Kanata, um vilarejo. Acontece que ninguém chamava o lugar por esse nome, pelo menos ninguém entre os nativos. Na verdade, a palavra “kanata” era usada sempre que eles queriam descrever uma região aleatória e desconhecida em meio ao deserto. Cartier deve ter entendido errado e deu o nome de Canadá àquelas terras.

Outra possível origem do nome Canadá tem a ver com os exploradores espanhóis, que foram às terras canadenses procurar riquezas e, por não encontrarem nada, chamaram o lugar de “aca nada” – algo como “nada aqui”, em uma tradução livre.

Quando os franceses chegaram, anos depois, os nativos gritaram “aca nada!” na tentativa de espantar os colonizadores que, em vez de irem embora, entenderam que aquele era o nome do país.

3 – Espanha

Bandeiras

Os ancestrais da Fenícia, precursores da exploração moderna, encontraram terras ao oeste do Mediterrâneo há mais ou menos 3 mil anos. Essas terras estavam tomadas por multidões de camundongos, então eles passaram a chamar aquelas terras de I-shapan-im, algo como “ilha dos camundongos”. Quando os romanos chegaram para dominar o continente europeu, eles mudaram o nome daquelas terras para “Hispania”.

Na verdade, os animais que deram nome à Espanha não eram roedores, mas sim coelhos. No final das contas, a Espanha, responsável pelo nome de cidades e países com bases em impressões erradas, também tem seu nome criado com base em um erro.

4 – Chile

Wikipedia

A palavra “Chile” é derivada de “Chilli”, ou, ainda “onde a terra acaba”, que pode ter relação com os nativos Mapuches, que, vindos da Argentina, chegaram ao fim do continente, na costa chilena, e deram então o nome.

Há também quem acredite que “Chile” vem de “cheele-cheele”, a imitação Mapuche do canto de um pássaro. O fato é que os conquistadores espanhóis ouviram essas histórias dos incas e, de volta à Espanha, passaram a chamá-los de “Os Homens de Chilli”.

5 – Argentina

Unaje

Depois de matar sua esposa em Portugal, o espanhol Juan Diaz de Solis escapou das autoridades voltando à Espanha e seguindo viagem com vários exploradores durante a conhecida Era de Ouro Espanhola. Em outubro de 1515, foi o responsável por comandar três navios na esperança de encontrar novas terras.

Diaz de Solis acabou encontrando um estuário e o batizando de Mar Dulce. Então ele e os outros exploradores seguiram viagem e acabaram se deparando com Buenos Aires, onde Solis foi atacado por um grupo de canibais que devoraram ele e sua comitiva em frente aos outros tripulantes, que viram tudo, em choque.

Quem ficou à frente da expedição depois do ocorrido foi o cunhado de Diaz de Solis, Francisco Torres, que também não teve sorte em sua missão e acabou naufragando e indo parar em uma nova terra, com nativos um pouco mais amigáveis e que, inclusive, ofereceram presentes aos exploradores, incluindo itens em prata.

Anos depois, quando Sebastian Cabot, outro explorador, chegou àquelas terras, alguns dos sobreviventes contaram a respeito das riquezas dos nativos e da quantidade de prata que eles tinham (Sierra de la Plata). A descoberta de Diaz de Solis ficou conhecida como “Rio de la Plata”.

Conforme os anos foram passando os exploradores foram conhecendo o tesouro dos hermanos e a região ficou conhecida como “A Terra da Prata” ou “Tierra Argentina”, já que “argentina” significa “prata” (na tabela periódica, “argentum” indica “prata”).

6 – China

The Guardian

A nação mais populosa do mundo já teve muitos nomes. A palavra “China” faz referência à Dinastia Qin (cuja pronúncia é “chin”). Já o nome “Cathay” veio do famoso viajante Marco Polo, que se referiu ao norte da China como Cathay e ao sul como Mangi.

Outro nome para a China é Zhongguo, que é a união das palavras Zhong (centro) e Guo (país). A tradução seria, literalmente, “o país central”. Há quem diga que a tradução mais aceita é “O Reino do Meio”.

7 – Venezuela

Pond5

Durante uma expedição em 1499 o espanhol Alonso de Ojeda e seu compatriota Américo Vespúcio viram nativos vivendo em casas em palafitas às margens costeiras e de rios, e resolveram chamar o local de Venezuela – “A pequena Veneza”.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.