Por que as camisas de homens e mulheres são abotoadas de lados diferentes?
63
Compartilhamentos

Por que as camisas de homens e mulheres são abotoadas de lados diferentes?

Último Vídeo

Não sei se você já percebeu, mas as camisas dos homens e das mulheres costumam ser abotoadas de lados opostos. O real motivo por trás dessa peculiaridade ainda é um mistério, mas tudo indica que o costume começou na Era Vitoriana, em que as garotas ricas costumavam ser vestidas por uma serviçal.

Nesse caso, era mais fácil para a assistente que os botões ficassem do lado direito – quando elas estavam de frente para a moça que estava sendo arrumada –, tendo em mente que elas eram destras. Como os homens costumavam se vestir sozinhos, não havia essa necessidade.

Claro que isso é apenas uma suposição que de certa forma faz sentido. O problema é que nem todas as garotas possuíam ajudantes para vesti-las, muito menos roupas caríssimas com diversos apetrechos. Entretanto, como os nobres – e os atores globais – costumam ditar a moda do povo, não é difícil que tenha sido isso. Como ninguém se incomodou em mudar a prática, ela continua até hoje.

Saque rápido

Outra explicação plausível é que os homens costumavam andar armados por baixo das vestes. Dessa maneira, um rapaz destro poderia desabotoar rapidamente o primeiro dos botões com a mão esquerda e sacar sua pistola com a outra.

Prova dessa teoria são aquelas fotos antigas do século 18 e 19, em que grandes líderes aparecem com a mão escondida dentro das vestes – Napoleão I era um dos maiores fãs do gesto, assim como você pode ver na imagem abaixo.

Em outra proposta relacionada à guerra, os botões dos rapazes foram colocados do lado direito porque na posição de luta padrão é preciso segurar o escudo com a mão esquerda e encarar o inimigo de frente. Assim, uma blusa com abertura da esquerda para direita poderia facilitar que o adversário cravasse a espada pela fresta no lado desprotegido.

Há também quem diga que a amamentação é o principal motivo para que os botões das mulheres fiquem do lado contrário. Por exemplo, como a moças costumam segurar o bebê com a mão dominante, fica mais prático desabotoar com a outra e levar a criança até o seio esquerdo.

Fora todas essas teorias, ainda existem aquelas que dizem que o fato está relacionado às normas de etiqueta da igreja, o complexo de Napoleão e até uma suposição estranha de que durante as padronizações da indústria têxtil, os botões das mulheres foram colocados do lado esquerdo para reforçar as atitudes sexistas, visto que elas seriam forçadas a usar a “mão inferior” (não a dominante) para mostrar o quanto são submissas aos homens.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.