Sobrevivente do 11 de setembro, Marcy Borders morre de câncer
89
Compartilhamentos

Sobrevivente do 11 de setembro, Marcy Borders morre de câncer

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Você provavelmente já viu a foto de Marcy Borders antes. A icônica imagem da mulher que sobreviveu aos atentados de 11 de setembro acabou se tornando uma das mais simbólicas. Naquele dia, ela estava trabalhando no 81º andar do World Trade Center, no Bank of America, quando o primeiro avião atingiu a construção.

Marcy, que estava na torre norte, conseguiu escapar pelas escadas até chegar à saída de emergência da torre sul. Em 2011, dez anos após o ocorrido, ela disse ao New York Post que, naquele momento, não enxergava nada à sua frente e que foi salva graças a um estranho que a colocou em segurança em um prédio nas redondezas.

A imagem foi feita pelo fotógrafo da AFP Stan Honda, que estava perto do World Trade Center no momento do atentado. Sobre Marcy, ele disse: “Uma mulher chegou completamente coberta de poeira cinza. Você poderia dizer que ela estava vestida elegantemente para o trabalho e por um segundo passou pelo saguão. Eu tirei uma foto dela antes de um oficial da polícia começar a direcionar as pessoas em direção a um conjunto de escadas”, revelou Honda.

De acordo com o jornal Telegraph, Marcy guardou as roupas que usava no dia do atentado, e que ficaram cobertas de poeira, em um saco plástico dentro de seu guarda-roupas, sem nunca mais ter olhado novamente para as peças.

As consequências do atentado foram drásticas na vida de Marcy, que desenvolveu depressão e teve problemas relacionados ao abuso de substâncias – ela precisou recorrer a uma clínica de reabilitação em 2011. Infelizmente, Marcy teve também um câncer de estômago, diagnosticado no ano passado, quando tinha 41 anos. A doença acabou sendo responsável pela sua morte, que foi anunciada na última segunda-feira (24).

Em uma entrevista ao Jersey Journal, ela disse acreditar que o câncer pudesse ter relação com os atentados – em maio deste ano, o número de casos de câncer relacionados à tragédia passava dos 4 mil. Entre os tipos mais comuns da doença estão o câncer de pele e o de próstata.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.