Leilão do assassinato: loja vende objetos dos mais famosos serial killers
30
Compartilhamentos

Leilão do assassinato: loja vende objetos dos mais famosos serial killers

Último Vídeo

Você sabia que existem lojas online que se dedicam exclusivamente a vender pertecences, desenhos, cartas e diversos outros objetos de assassinos e famosos serial killers como Charles Manson e Charles NG? 

William Harder, dono do Murder Auction, concedeu uma entrevista ao The Daily Beast, em que explica que os sites começaram a ganhar espaço quando, em 2001, o eBay proibiu a venda de qualquer coisa relacionada a assassinos. 

Entusiasta do assunto desde a adolescência, Harder começou a viajar até os presídios para se encontrar com alguns serial killers. Em 2000, recebeu uma carta de Richard Ramirez, declarado culpado por 13 homicídios nos Estados Unidos. Foi seu primeiro objeto de um assassino.

Desde então, ele já visitou cerca de 70 criminosos condenados, até mesmo Charles Manson, famoso líder de um grupo que aterrorizou os Estados Unidos na década de 60, cometendo vários assassinatos, inclusive da atriz Sharon Tate, que estava grávida de oito meses. 

Atriz Sharon Tate, assassinada em 1969

Porém, em alguns estados, existe uma lei que impede que assassinos condenados possam lucrar com sua notoriedade. Por isso, Harder tem enfrentado alguns problemas com suas aquisições. Entretanto, muitas delas são doações dos próprios parentes, como o pai de Richard Ramirez, que cedeu uma coleção de cartas do filho.

Você pode estar se perguntando:  “Quem paga para ter esse tipo de objeto?”. Harder explica que seus maiores clientes são estudiosos, como professores, que compram cartas para traçar características de personalidade, e até mesmo policiais de vários países. 

William Harder (de preto) com o assassino em série Phillip Jablonski

Segundo ele, “existe muito interesse público sobre o assunto. Há uma razão pela qual existam mais livros escritos sobre assassinos em série do que sobre presidentes”.

Veja agora alguns dos objetos mais inusitados vendidos na loja:

1. Arte feita por Charles Manson.

2. Desenho, origami e carta de Charles NG, responsável pelo sequestro e morte de 25 pessoas.

3. Certificado de óbito de Bernice Worden, vítima do famoso serial killer Ed Gein, que inspirou personagens em filmes como Psicose, O Massacre da Serra Elétrica e O Silêncio dos Inocentes.

4. Autógrafo de O.J. Simpson, ex-jogador de futebol americano acusado de matar a ex-mulher e um amigo.

5. Fita cassete destinada a Richard Ramirez.

6. Uniforme original do Ku Klux Klan de 1920 a 1930.

7. Cartaz de desaparecimento de Susan Rancourt, vítima de Ted Bundy.

8. CD da banda Pink Floyd pertencente ao assassino Richard Davis, condenado pela morte de crianças.

9. Cabelo de Charles Manson.

10. Boletim policial de Richard Speck, que, em 1966, invadiu um hospital em Chicago e matou oito enfermeiras por meio de estrangulamento e facadas.

11. Terra e pedaços da fundação da casa do assassino Marcus Wesson, responsável por nove mortes.

12. Crânio real com traumas na parte de frente e de trás.  

13. Carta de Donald Leroy Evans, que confessou o assassinato de mais de 70 pessoas.

14. Foto antes da prisão da adolescente Sara Kolb, de 17 anos. Ela foi sentenciada a 60 anos de prisão pelo assassinato de Adrianne Reynolds, 16 anos. 

O que você acha da venda de objetos de assassinos famosos? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.