Macabro: mulher compra freezer de vizinha e encontra cadáver dentro
206
Compartilhamentos

Macabro: mulher compra freezer de vizinha e encontra cadáver dentro

Último Vídeo

Às vezes, acontece de comprarmos algo de “segunda mão” e descobrirmos vestígios do antigo dono no item, como marquinhas, anotações e até algo esquecido em um bolso ou compartimento. Aliás, para muita gente, o charme de adquirir coisas usadas está justamente no fato de obter objetos que contem uma história.

Entretanto, o que ninguém espera é encontrar o que uma mulher achou dentro de um freezer que ela comprou de uma vizinha nos EUA: um pé. Humano. Congelado em um canto do aparelho. E possivelmente outros membros de um cadáver congelados também!

Compra macabra

De acordo com Amy Cutler, do portal CBS North Carolina, o bizarro caso aconteceu na Carolina do Norte, e a mulher que encontrou o pé quase morreu de susto com a descoberta. Segundo contou, ela comprou o freezer de uma vizinha e, surpreendentemente, demorou três semanas para abrir o aparelho! Todo esse tempo, a mulher guardou um freezer em casa contendo restos humanos sem saber.

Pense no susto

A compradora explicou que a vizinha disse que o freezer fazia parte de um projeto para as aulinhas da escola dominical e era usado como “cápsula do tempo”. Além disso, foi a vendedora quem pediu que o aparelho não fosse aberto até que alguém da igreja fosse até o local para recolher o conteúdo do freezer. Entretanto, como o tempo foi passando e ninguém apareceu, a compradora resolveu xeretar.

Descoberta sinistra

Foi então que ela abriu o freezer e viu o pé dentro! A mulher fechou a porta, correu para fora de casa e, imediatamente, entrou em contato com as autoridades. Segundo a compradora, ela suspeitava que o pé congelado — e possivelmente outras partes do corpo — pertencia à mãe idosa da vendedora. Conforme concluiu, a vizinha vendeu a ela o cadáver de sua falecida mãe pela módica quantia de US$ 30 (pouco mais de R$ 100).

De acordo com a mulher que comprou o freezer, a senhorinha morava com a vizinha, mas ela não era vista desde setembro do ano passado. E a vendedora, por sua vez, depois de passar o aparelho adiante (e dar as estranhas recomendações à compradora) juntou sua mudança e saiu da cidade. Segundo a vizinha, ela estava se mudando para ficar mais perto da mãe — que estaria vivendo em um asilo em West Virginia.

Exames realizados nos membros congelados confirmaram que o cadáver realmente pertence à senhorinha. Além disso, as análises apontaram que a idosa provavelmente morreu de causas naturais, e não foram encontradas evidências de que algum crime tenha sido cometido. De qualquer forma, as investigações continuam, e a vendedora poderá ser indiciada por ocultação de cadáver e por não notificar as autoridades sobre o falecimento da mãe.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.