“Os brasileiros são...”. Existem inúmeros complementos para este início de frase. Mas como será que pessoas de outros países poderiam completá-la? O Tecmundo, com base no site Youpix — que levantou a questão de como a internet mundial vê o Brasil —, também foi atrás do complemento de frases automático do Google para ter uma ideia do que os estrangeiros querem saber sobre nós.

Com ajuda do Google Translator — que pode oferecer algumas interpretações não tão fiéis assim, é verdade —, pesquisamos termos como “os brasileiros” ou “os brasileiros são” de países como Rússia, Finlândia, Grécia e Alemanha. Para saber como anda nossa fama no mundo virtual, confira abaixo os resultados obtidos:

1 – Não adianta disfarçar, argentinos: vocês nos acham lindos

(Fonte da imagem: Reprodução/Google)
Na página do Google argentino, palavras como “lindos”, “latinos” e “arrogantes” apareceram como sugestão de complementos. Sim, argentinos, somos lindos e latinos, mas arrogantes? Tal termo é apenas uma prova da eterna “rixa” entre os países — que também não poderia ficar de fora do maior site de pesquisas do mundo.

2 – Para os italianos, a aparência é o que conta

(Fonte da imagem: Reprodução/Google)
Mais uma vez, uma pesquisa estrangeira exibe um termo referente à beleza brasileira: “belli” ou “belos”. As outras sugestões, no entanto, mostram que os italianos apresentam algumas dúvidas quanto à cor da nossa pele: “os brasileiros são negros” e “os brasileiros são brancos”. É a miscigenação que só o Brasil sabe ter despertando interesse (e certa confusão) nos italianos.

3 – A indecisão alemã

(Fonte da imagem: Reprodução/Google)
Já os alemães parecem ser indecisos quanto à nossa moral e inteligência. Pelo menos, foi o que as palavras “treu” e “dumm” — que em tradução livre significariam algo como “verdadeiros” e “estúpidos”, respectivamente — deram a entender.

Quais os principais motivos dessas pesquisas tão estranhas? Não é possível saber. Mas, pelo menos, já podemos ter uma noção de que os alemães têm um grande interesse em conhecer nossa integridade — e não apenas nossa aparência e cor, como os italianos.

4 – Grécia previsível

(Fonte da imagem: Reprodução/Google)

Um assunto que todo mundo já esperava encontrar nas pesquisas: se somos considerados o país do futebol, algum estrangeiro iria querer informações sobre isso. E foram os gregos que apresentaram um primeiro interesse nisso — entre as pesquisas, está a frase “jogadores de futebol brasileiros”. Mas nossa cultura também acaba chamando atenção, e os escritores e atores brasileiros também aparecem como sugestões de pesquisas.

5 - Somos ruins para jogar video game

(Fonte da imagem: Reprodução/Google)
Para os ingleses, somos legais e felizes. Mas também somos ruins para jogar video games. Despeito? Verdade? Rumores? Sem sabermos o porquê de tanto “rancor” no lado dos ingleses quanto a nossas habilidades em games, é bem provável que uma nova rixa entre países esteja a caminho.

6 – Os russos também adoram uma Wikipédia

(Fonte da imagem: Reprodução/Google)
Talvez por quererem ainda mais detalhes de nossa rica cultura, os russos procuram conhecer os brasileiros comumente através do Wikipédia. Além disso, também há grande interesse em saber informações sobre nossos conterrâneos que estão em Moscou.

7 – Clichês finlandeses

(Fonte da imagem: Reprodução/Google)
“Homens brasileiros” e “mulheres brasileiras”. É mais uma vez nossa fama de “povo bonito” sendo confirmada pelas sugestões do Google. Os finlandeses também possuem interesse em nossas especiarias — até porque temos força nesse tipo de mercado.


.....

Todos esses exemplos acabam por mostrar que alguns fortes clichês sobre o nosso país continuam até no mundo virtual — beleza, futebol, miscigenação etc. Será que os grandes eventos, como Olimpíadas e Copa do Mundo, mudarão os termos dessas pesquisas?

Fonte: Google