Dançarina de 170 kg vira hit no YouTube e ganha programa de TV nos EUA
14
Compartilhamentos

Dançarina de 170 kg vira hit no YouTube e ganha programa de TV nos EUA

Último Vídeo

No ano passado, a dançarina Whitney Thore, que mora na Carolina do Norte, EUA, começou a postar em seu canal no YouTube diversos vídeos onde aparece dançando sozinha ou na companhia de alguns amigos.

A série de vídeos, chamada “Fat Girl Dancing” (Garota Gorda Dançando, em tradução livre), fez grande sucesso na internet, e por conta disso Whitney vai ganhar um reality show na TV para mostrar um pouco de sua vida pessoal e familiar, de sua dança e dos problemas que alguém com seu peso precisa enfrentar.

Problemas pessoais e de saúde

Whitney, que tem 30 anos atualmente, já foi magra, mas engordou por conta de vários problemas, entre eles a síndrome do ovário policístico, que aumenta a propensão ao ganho de peso nas mulheres que sofrem disso. No entanto, motivos pessoais também fizeram com que ela ganhasse 90 kg de sobrepeso.

"Meus pais sempre me apoiaram e foram amorosos. Eles realmente são assim, mas meu pai e eu nos afastamos um pouco quando ganhei peso, pois ele queria muito que eu emagrecesse", disse ela em entrevista à rede de notícias britânica BBC. O pai costumava dizer a ela: “Whitney, sei que você está lutando, mas você não pode mudar o mundo. Você tem que se encaixar na sociedade”.

Mudando a mente das pessoas

"Eu até perdi 45 quilos uma vez, mas engordei de novo e estava tão chateada que falei: 'Sabe, pai, não me importo mais, vou ser eu mesma'. E ele respondeu: 'Bom, Whitney, você vai ter problemas'", recordou a dançarina durante a entrevista.

Mas depois de ver o sucesso da moça, tanto no YouTube quanto em seu próprio programa de TV, e após perceber o efeito que os vídeos dela causou em outras pessoas, o discurso dele passou a ser outro: “Sei que falei que você não podia mudar o mundo, mas mudei de ideia”, disse o pai de Whitney.

O nome do programa é “My Big Fat Fabulous Life” (Minha Grande e Gorda Vida Fabulosa, em tradução livre) e vai ao ar pelo canal americano TLC.

Via EmResumo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.