"Pode tirar esse sorriso da cara! Ainda estou vendo germes aí!" (Fonte da imagem: iStock)

É no inverno que as pessoas mais sentem falta das máquinas de lavar louças. Além da água gelada nas mãos, a preguiça também é algo que incomoda bastante. Até aqui, não há nada de científico, mas o que vamos falar a partir de agora pode fazer com que você reveja seus conceitos em relação à necessidade do eletrodoméstico.

Infelizmente, lavar louças com as próprias mãos não é a melhor coisa a ser feita, pelo menos a partir de um ponto de vista sanitário. Segundo o The Atlantic, o grande motivo para isso são as temperaturas necessárias para a eliminação das bactérias: pouco mais de 60 graus célsius. O ser humano consegue tolerar temperaturas próximas aos 40 graus célsius, por isso não consegue lavar as louças com a água mais apropriada.

E é por essa razão, que nossas louças limpas podem conter muitas bactérias – mesmo que tenham sido lavadas pouco tempo antes da próxima refeição. É lógico que nós convivemos com esses mesmos germes há anos e eles – até agora – não nos mataram. Mesmo assim, vale concluir que as máquinas, pelo menos nesse ponto, são mais eficazes do que os seres humanos.

Fonte: The Atlantic