(Fonte da imagem: Thinkstock)

Se você costuma ter sonhos estranhos e vívidos, daqueles que ficam na sua cabeça o dia todo, talvez seja uma boa ideia manter um caderninho embaixo do travesseiro. De acordo com o pessoal do site Mental Floss, algumas das invenções mais brilhantes do mundo surgiram durante os sonhos de seus criadores, e você pode conferir abaixo algumas dessas ideias:

Tabela periódica

(Fonte da imagem: Thinkstock)

Depois de três dias de intenso trabalho, o famoso criador da tabela periódica, Dmitry Mendeleev, decidiu tirar um cochilo. E foi durante essa soneca que o químico russo teve um sonho revelador, sobre uma tabela fantástica na qual todos os elementos se encaixavam perfeitamente.

Ao despertar, Mendeleev anotou os detalhes do sonho em uma folha de papel, percebendo mais tarde que apenas um dos elementos químicos precisaria ser encaixado em um lugar diferente do que o que ele havia sonhado.

“Yesterday”

Você certamente deve ter escutado a famosa música dos Beatles “Yesterday” centenas de vezes, não é mesmo? Essa canção também surgiu durante um sonho, quando Paul McCartney tinha apenas 22 anos.

O jovem Beatle acordou um dia com uma melodia na cabeça, e depois de tocá-la em um piano e investigar para comprovar que se tratava de algo inédito, o músico escreveu algumas rimas e o grande sucesso acabou sendo lançado.

“O Exterminador do Futuro”

Na verdade, o personagem ciborgue interpretado por Arnold Schwarzenegger não surgiu de um sonho, mas de um pesadelo de James Cameron, o diretor do filme. O cineasta estava delirando com uma baita febre quando sonhou com um robô que se arrastava pelo chão com uma faca na mão.

Aliás, essa não foi a única ideia brilhante que Cameron teve graças a um de seus sonhos. Reza a lenda que foi dessa mesma maneira que o incrível sucesso de bilheteria “Avatar” chegou às telonas e entrou para a história do cinema.

DNA

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia)

James D. Watson, um dos cientistas que apresentou o modelo da estrutura do código genético em 1953, juntamente com Francis Crick, teve a ideia do formato de dupla hélice depois de um sonho.

Durante o episódio, Watson visualizou duas serpentes entrelaçadas e com as cabeças voltadas para lados opostos, embora existam boatos que afirmem que, na verdade, o cientista sonhou com uma escadaria dupla, e não com répteis.

Frankenstein

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia)

Depois de sofrer uma espécie de bloqueio criativo, Mary Shelley, a autora da celebrada obra literária “Frankenstein”, acabou pegando no sono e tendo um terrível pesadelo. Shelley sonhou com uma terrível criatura que, graças à ação de uma poderosa máquina, começava e se contorcer e a mostrar sinais de vida.

Feliz por se livrar do bloqueio, a escritora decidiu que o espectro que a havia apavorado em seu pesadelo também poderia apavorar milhares de leitores. Bastava descrever a criatura e contar a sua história. Dito e feito!

Saga Crepúsculo

(Fonte da imagem: Reprodução/IMDb)

De acordo com uma entrevista de Stephenie Meyer, a criadora da saga Crepúsculo, a ideia dos vampiros e lobisomens que se tornaram um fenômeno mundial surgiu de um sonho estranho que ela teve uma noite. Segundo Meyer, ela sonhou sobre um rapaz que brilhava ao Sol e uma garota comum conversando.

O rapaz era um vampiro, e no sonho, ele tentava explicar para a garota que se importava muito com ela, mas que ao mesmo tempo sentia uma vontade incrível de matá-la. O episódio pareceu tão bizarro que Meyer decidiu escrever sobre ele para não se esquecer da história.