Não faltam por aí fãs que constroem as mais inacreditáveis réplicas de naves e estruturas inspiradas em filmes de fantasia e ficção científica. E para comemorar os 80 anos da fabricante dinamarquesa de bloquinhos de plástico, o pessoal do site DVICE decidiu reunir algumas das construções feitas de LEGO mais fantásticas que existem pela rede.

Selecionamos cinco delas — que você pode conferir abaixo —, embora você possa ver as demais através deste link ou visitar os sites dos construtores, disponíveis na lista de fontes desta notícia.

Battlestar Galactica

(Fonte da imagem: Reprodução/Garry King )

A nave acima, construída em escala por Garry King, conta com 42.341 blocos de plástico e foram necessários cinco meses para finalizar o projeto. O tamanho do brinquedo? Incríveis 3,1 metros de comprimento por 1,1 metro de largura e 40 centímetros de altura!

Star Wars

(Fonte da imagem: Reprodução/Jay Hoff)

A cena da imagem foi inspirada no “Episódio IV” da saga Star Wars, e se trata de um agradinho que um professor decidiu fazer a seus alunos durante uma feira de ciências. O mestre — praticamente um Jedi — usou 30 mil peças para montar essa incrível réplica de 1,8 por 1,8 metro.

Serenity

(Fonte da imagem: Reprodução/Adrian Drake)

A nave acima, construída por Adrian Drake, foi inspirada na série de ficção científica “Firefly”, levando quase dois anos para ficar pronta. A Serenity de plástico pesa mais de 60 quilos e conta com aproximadamente 70 mil bloquinhos de LEGO.

Discovery

(Fonte da imagem: Reprodução/True Dimensions)

Essa réplica é especialmente dedicada aos fãs do filme “2001: Uma Odisseia no Espaço”. Construída em escala 1:60, a nave Discovery conta com 3.873 blocos e mede pouco mais de 1,8 metro de comprimento.

Hyperion

(Fonte da imagem: Reprodução/Sven Junga)

Se você é fã do game “StarCraft”, é possível que se lembre da nave utilizada pelo personagem Jim Raynor. Construída por Sven Jung, a Hyperion de LEGO levou seis meses para ficar pronta e aproximadamente 15 mil bloquinhos de plástico.

Fontes: DVICE, Garry King, Jay Hoff, Adrian Drake, True Dimensions e Sven Junga