(Fonte da imagem: Reprodução/SPACE.com)

De acordo com o site SPACE.com, a NASA — que está aguardando que um de seus veículos exploratórios, o Curiosity, pouse durante as próximas semanas na superfície de Marte — já está organizando uma nova missão com destino ao Planeta Vermelho, com previsão de que ocorra entre 2018 e 2020.

Entretanto, segundo Doug McCuistion, da agência espacial norte-americana, o novo projeto poderá ser muito mais barato do que o atual, custando algo em torno de US$ 800 milhões, em vez dos US$ 2,5 bilhões da missão atual (R$ 1,6 bilhão e R$ 5 bilhões, respectivamente).

Melhor e mais barata

Além disso, o veículo exploratório também poderá contar com equipamentos melhores, como paraquedas maiores, relógios atômicos e desaceleradores infláveis, que servirão para garantir um pouso muito mais preciso e seguro.

Essa não é a única missão com destino ao Planeta Vermelho sendo planejada no momento, pois existem outros projetos privados em desenvolvimento. Contudo, a intenção de reduzir os custos das missões reflete a preocupação da NASA, que está em busca de saídas para continuar com os programas de exploração espacial depois dos cortes orçamentários anunciados pelo governo dos EUA no começo deste ano.

Fonte: SPACE.com