(Fonte da imagem: Reprodução/UCLA)

De acordo com o The Washington Post, An Yin, um geólogo da Universidade da Califórnia, descobriu a presença de placas tectônicas na superfície de Marte depois de analisar mais de 100 imagens de satélite do Planeta Vermelho.

Yin fez a descoberta com base em levantamentos realizados pelos satélites de reconhecimento da NASA, chamados THEMIS, e através das imagens capturadas pela câmera HiRise, que se encontra em órbita estudando o Planeta Vermelho. De acordo com o cientista, tais feições geológicas nunca foram encontradas em nenhum outro planeta do Sistema Solar, além da Terra e de Marte.

Tectônica de placas marcianas

Segundo as medições feitas por Yin, as duas placas que dividem o sistema de cânions do Planeta Vermelho — medindo pouco mais de 4 mil quilômetros — apresentaram um deslocamento horizontal de quase 150 quilômetros. Além disso, de acordo com o geólogo, a presença das placas também pode indicar a probabilidade de que ocorram eventuais terremotos em Marte.

O descobrimento mostra a tectônica de placas do planeta em estágios bem primitivos, e pode ajudar os geólogos a explicar a existência do sistema de vales de Marte — conhecido como Valles Marineris —, assim como a entender a forma como a tectônica de placas teve início aqui na Terra.

Fontes: The Washington Post e UCLA