(Fonte da imagem: Reprodução/NASA)

De acordo com a NASA, a sonda espacial Curiosity está prestes a perfurar a sua primeira rocha marciana. Segundo os pesquisadores da agência norte-americana, essa estrutura em particular foi escolhida por apresentar uma série de características interessantes, que podem ser consideradas como evidências da presença de água no passado do Planeta Vermelho.

A rocha em questão é achatada e possui diversos veios pálidos, nódulos, estratificação cruzada e seixos de aspecto lustroso incrustrados em arenito. Assim, o furo feito pela Curiosity servirá para que a sonda extraia amostras do interior da rocha e analise a sua composição química e mineral.

Os pesquisadores afirmaram que este será o trabalho mais desafiador da Curiosity desde que pousou em Marte, pois nenhuma outra perfuração jamais foi realizada no Planeta Vermelho. Além disso, a equipe da NASA acredita que, a partir da análise das amostras, talvez seja possível descobrir um pouco mais sobre o passado “úmido” de Marte.