NASA é processada por não investigar rocha vista na imagem de Marte
Seja o primeiro a compartilhar

NASA é processada por não investigar rocha vista na imagem de Marte

Há alguns dias, você pode conferir aqui no Mega Curioso a imagem de uma rocha que apareceu misteriosamente na frente da sonda Opportunity, em Marte. Considerada como um objeto do “tamanho de um donut” pelos cientistas da NASA, a sua imagem foi mostrada em um evento especial que comemora uma década da exploração de Marte com a sonda.

A foto foi tirada 3.528 dias após a chegada da sonda em Marte. A imagem da direita mostra a mesma área fotografada 12 dias depois da foto da esquerda. Um dos especialistas que apresentaram as imagens foi Steve Squyres, que debateu sobre o assunto neste evento e contou sobre algumas teorias de como o objeto foi parar lá.

A primeira é que a pedra seja um fragmento ejetado pelo impacto de um meteorito perto da área. A segunda teoria é que a sonda empurrou a rocha com uma das rodas, fazendo com que ela se movesse. De qualquer forma, a NASA afirma que é de fato uma rocha e não alguma forma de vida biológica.

Fonte da imagem: Reprodução/Discovery News

Vale lembrar ainda que Marte é um planeta dinâmico, que tem ventos sazonais, sendo ainda muito suscetível à colisão de meteoritos. O planeta também possui diversas outras pequenas sondas robotizadas itinerantes em sua superfície, fazendo escavações e perfurações, que poderiam resultar em um movimento de fragmentos.  

Processo

Porém, aparentemente, o debate sobre o tal objeto parou por aí e muita gente não ficou satisfeita com as suposições dos cientistas. E o fato do dinamismo de Marte também não é suficiente para algumas pessoas ávidas por informações mais surpreendentes.

E uma dessas pessoas é Rhawn Joseph, um autor de estudos e livros comerciais sobre assuntos que vão desde a vida alienígena até os ataques terroristas de 11 de setembro. Ele moveu uma ação contra a NASA por não investigar adequadamente a rocha vista nas imagens de Marte. O site Popular Science divulgou algumas informações do processo que foi movido por Rhawn:

“O processo, aberto ontem em um tribunal da Califórnia, é destinado a NASA e seu administrador, Charles Bolden, pedindo que a agência ‘cumpra um dever público, científico e legal, que é fotografar de perto e cuidadosamente cientificamente examinar e investigar um suposto organismo biológico’. Joseph contesta a teoria da rocha, uma vez que, ‘quando examinado por peticionário, a mesma estrutura em miniatura era claramente visível sobre ampliação e parece ser apenas germinada a partir de esporos’ —Joseph é o peticionário —. A ‘rocha’, de acordo com o processo, estava lá o tempo todo, ela só cresceu até tornar-se visível. ‘A recusa em tirar fotos mais aproximadas de vários ângulos, a recusa de fazer imagens microscópicas do espécime e a recusa em liberar fotos de alta resolução é inexplicável, de forma imprudente negligente e bizarra’, de acordo com o processo”.

* * *

E você, leitor? Concorda com Rhawn Joseph ou com a NASA? Você tem uma teoria? Compartilhe a sua opinião nos comentários!

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.