6 interferências típicas da depressão em sua rotina
1.317
Compartilhamentos

6 interferências típicas da depressão em sua rotina

Último Vídeo

1 – Você se sente culpado o tempo todo

A depressão é uma grande ladra de energia, e quem tem a doença sente culpa por não conseguir sair de casa, levar o cachorro para passear ou encontrar seus amigos. É normal se culpar pela falta de motivação e de vontade, e já é comprovado que o cérebro de pessoas com depressão está acostumado mesmo a sentir mais culpa – a frequência desse sentimento é certamente um dos sintomas da doença.

2 – O início do dia é um momento complicado

Pessoas com depressão têm dificuldade para acordar, e sair da cama é uma verdadeira batalha. Isso acontece porque os sintomas da depressão tendem a ser mais fortes na parte da manhã do que à tarde ou à noite.

É pela manhã que as pessoas com depressão sentem mais tristeza, frustração, raiva e fadiga.

3 – Pessoas com depressão acabam ficando experts em esconder o que sentem

A pessoa já se sente ansiosa e insegura pelo fato de estar deprimida, e o que ela menos quer é que todo mundo saiba disso, então ela está acostumada a demonstrar alegria mesmo quando não se sente alegre. Pessoas com depressão podem não demonstrar isso do lado de fora, mas muitas vezes se sentem exaustos e sem vontade de fazer nada.

4 – Você pode passar a ideia de que não se importa com ninguém

Quando você marca de sair com seus amigos, pode ficar realmente empolgado com isso, mas quando o dia chega, tudo o que você quer é ficar em casa em silêncio. Sem vontade de sair, você cancela o compromisso e como isso é algo frequente, seus amigos acham que você não se importa mais com eles.

A verdade é que uma pessoa com depressão tende a fugir de muitos compromissos e frequentemente cancela consultas médicas, reuniões com amigos e familiares e até mesmo compromissos que envolvem estética e cuidados de rotina. O motivo? Ela simplesmente não consegue sair de casa.

5 – Se divertir se torna uma tarefa difícil

A depressão transforma atividades que antes eram prazerosas em uma espécie de fardo. Isso acontece porque todo o preparo antes de chegar à balada, por exemplo, passa a ser visto como um tormento: tomar banho, escolher uma roupa, sair de casa, encontrar pessoas – nada disso parece empolgante. A pessoa simplesmente não consegue encontrar energia para fazer o que é necessário, e aí o que ela quer mesmo é ficar em casa, quietinha.

6 – Emoção e razão vivem em conflito

Pessoas deprimidas tendem a pensar muito sobre suas próprias atitudes e ficam tentando entender por que se sentem tão abaladas. Elas sabem, no fundo, que não têm culpa do que está acontecendo, mas conseguem ver também que a situação traz algum tipo de prejuízo. Para elas é estranha a ideia de simplesmente não conseguir sair de casa para encontrar os amigos – elas só querem ficar sozinhas, se culpam demais por isso e vivem tentando entender por que são assim.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.