A jovem síria que salvou a vida de 20 pessoas e agora brilha nas Olimpíadas
5.124
Compartilhamentos

A jovem síria que salvou a vida de 20 pessoas e agora brilha nas Olimpíadas

Último Vídeo

Na abertura das Olímpiadas, além da equipe brasileira, um outro grupo foi muito ovacionado: o dos atletas refugiados. Eles vieram de países como Etiópia, Sudão do Sul e República Democrática do Congo e impressionam pelas histórias de luta e superação

Refugiados na abertura das Olimpíadas

Entre eles, uma jovem se destacou: Yusra Mardini, de apenas 18 anos, fugiu da Guerra Civil na Síria, que, em mais de 5 anos, já vitimou aproximadamente 500 mil pessoas

Yusra Mardini

Yusra competiu no último sábado e acabou não se classificando para a semifinal no nado borboleta, mas, mesmo assim, continuou exibindo um lindo sorriso que conquistou a torcida

Yusra Mardini

Há cerca de um ano, a jovem passou por uma verdadeira provação: em meio às terríveis e arriscadas fugas dos cidadãos, o motor do barco em que ela estava começou a falhar

Yusra Mardini

Sem encontrar outra solução, Yusra e sua irmã Sarah pularam nas águas congelantes para resolver o problema

Yusra e sua irmã Sarah

Ao perceberem que o motor não funcionava, as irmãs puxaram o barco a nado por mais de três horas, até chegarem a ilha grega de Lesbos. Juntas, elas salvaram a vida de 20 pessoas

Yusra Mardini

As jovens foram para a Alemanha, onde, com a indicação de uma ONG, conseguiram entrar para um clube. Menos de um ano depois, ela está participando de uma Olimpíada

Yusra Mardini

Em seu perfil no Facebook, a atleta publicou: "Foi uma experiência incrível competir nos jogos olímpicos. Obrigada a todos que me apoiam e trabalham para que eu possa viver os meus sonhos"

Yusra Mardini

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.