4 casos misteriosos que foram resolvidos
567
Compartilhamentos

4 casos misteriosos que foram resolvidos

Último Vídeo

1. A verdadeira identidade de Lori Ruff

Em 2004, Blake Ruff e Lori Kennedy se casaram. Eles eram um ótimo casal e Blake tinha certeza que sabia tudo sobre a sua esposa. Seis anos depois, quando ela inesperadamente cometeu suicídio, a família de Blake encontrou uma caixa misteriosa que revelou uma história até então desconhecida para eles: desde 1988, Lori usava uma identidade roubada de uma garota morta.

Por muito tempo, eles tentaram sem sucesso descobrir o verdadeiro nome de Lori, até que Colleen Fitzpatrick, uma genealogista genética, se voluntariou para resolver o caso. Durante sua investigação, ela chegou à família Cassidy e descobriu que a filha do casal, Kimberly McLean, havia desaparecido em 1986, quando fugiu de casa após o divórcio dos pais. Assim que viram as fotos de Lori, seus parentes a reconheceram. No entanto, mesmo que os Cassidy tenham descoberto o paradeiro da filha, a notícia não foi nada boa.

2. A verdade sobre o “Garoto Grateful Dead”

Em 1995, o jovem Michael Hager estava com um carona no carro quando sofreu um acidente que vitimou os dois. Ninguém próximo a Michael sabia quem era o outro garoto e as únicas pistas sobre a sua identidade eram a camiseta da banda Grateful Dead e um bilhete encontrado em seu bolso. Não havia documentos ou qualquer outra dica que ajudasse na identificação do jovem.

Durante 20 anos, o rosto do “Garoto Grateful Dead” foi divulgado na internet na esperança de que alguém o reconhecesse. Só no ano passado a mãe do jovem viu a imagem e entrou em contato com a polícia. O rapaz era Jason Callahan, um garoto problemático que havia fugido de casa tantas vezes que sua mãe havia desistido de procurá-lo.

3. A história da “Bebê Esperança”

Em 1991, os trabalhadores de uma construção em Nova York levaram um susto ao encontrar um refrigerador azul: dentro, o corpo de uma criança de aproximadamente 4 anos estava enrolado em um saco de lixo preto e encoberto por latas de refrigerante.

Várias investigações foram feitas, mas ninguém conseguiu descobrir a identidade e o que havia acontecido com a menina. Ela foi enterrada e, em uma lápide, foi gravada a inscrição: “Baby Hope” (Bebê Esperança).

Só em 2013 foi que a polícia conseguiu ligar o caso à Margarita Castillo, que confessou que aquele era o corpo de sua filha Anjelica. A história por trás da morte da pequena é ainda pior do que se imaginava: a criança foi estuprada e morta pelo próprio primo. Como a família de Margarita estava ilegal no país, eles decidiram esconder o corpo e não notificar a polícia. Ela disse que viu o caso da “Bebê Esperança” na televisão, mas ficou com medo de se pronunciar.

4. A causa da morte de Raoul Wallenberg

Raoul Wallenberg ajudou a salvar mais de 100 mil judeus durante a Segunda Guerra Mundial, entrando para a História como um herói. A verdadeira causa da morte de Raoul, em 1947, sempre foi polêmica. Os soviéticos afirmavam que ele teve um ataque cardíaco, mas essa informação não havia sido confirmada, até que, em junho deste ano, os diários de Ivan Serov, chefe da KGB, foram publicados. Entre os diversos segredos, estava um trecho sobre Raoul: “Não tenho dúvidas de que Wallenberg foi liquidado em 1947”, revelou ele. Ivan ainda escreveu que ele foi assassinado por ordens diretas de Stalin, secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.