Teria o Monstro do Lago Ness se mudado para o Alasca?
1.503
Compartilhamentos

Teria o Monstro do Lago Ness se mudado para o Alasca?

Último Vídeo

O vídeo que você vai assistir a seguir foi registrado há alguns dias, quando funcionários do Departamento de Administração de Território do Alasca verificavam as condições do gelo no Rio Chena, em Fairbanks. Ele mostra uma criatura misteriosa de – aparentemente – grande porte nadando nas águas. Confira:

De acordo com Michael D’Estries, do portal Mother Nature Network, os funcionários estimam que o animal (seja qual for sua espécie) mede entre 3,7 e 4,6 metros, aproximadamente, e ele foi visto com uma cobertura de gelo na parte que se encontrava fora d’água. Segundo o Departamento de Administração de Território, a equipe não chegou a investigar o incidente porque a criatura foi avistada em uma região remota do rio.

Nessie se mudou?

Segundo Michael, o vídeo foi postado nas redes sociais e o pessoal do departamento convidou o público para palpitar a respeito da criatura misteriosa e, quem sabe, identificar o animal. Centenas de pessoas responderam ao “chamado” e, entre as teorias levantadas, estão a de que poderia se tratar de um tubarão perdido naquelas águas, um esturjão do Alasca, um crocodilo, um salmão zumbi ou, ainda, a pele congelada de um alce morto.

O que você acha que é isso "nadando" no rio?

Outras opções propostas foram a possibilidade de que uma baleia tenha se perdido no rio ou, quem sabe, se trate de um grande agrupamento de crustáceos. Também existem sugestões de que a criatura não guarde qualquer relação com um ser vivo, mas sim que seja uma porção de lixo acumulado que ficou preso em correntes de água alternadas.

Porém, de acordo com Ben Guarino, do The Washington Post, a melhor explicação até o momento é a de que o vídeo mostra gelo frazil, ou seja, um conjunto de cristais congelados dispersos que toma um aspecto ligeiramente viscoso quando se encontra na superfície da água. Segundo essa hipótese, o gelo teria se “colado” a um pedaço de corda que possivelmente ficou presa no pilar de uma ponte ou de alguma estrutura presente no rio.

O pessoal do Departamento de Administração de Território do Alasca postou um pronunciamento no qual agradeceu a participação do público e revelou que o time ficou bastante empolgado e surpreso com as teorias. E você, caro leitor, tem alguma para compartilhar?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.