Quão creepy é Okiku, a boneca que supostamente tem cabelo humano?
106
Compartilhamentos

Quão creepy é Okiku, a boneca que supostamente tem cabelo humano?

Último Vídeo

Quando o boneco Chucky aparece na vida de alguém, é certo que ninguém em torno dele estará a salvo. Annabelle é outro exemplo de como um objeto assim pode conter todo tipo de entidade – nesse caso, uma bem maldosa. Mas tudo bem, porque ambos são bonecos de ficção, certo?

Fora das telas, no entanto, algumas histórias são de arrepiar até o último fio de cabelo e se jura por aí que são reais. Uma delas é a da boneca Okiku, guardada no templo Iwamizawa, no Japão. Segundo sua fascinante fama, seu cabelo cresce sozinho!

Tudo começou em 1918, quando um jovem chamado Eikichi Suzuki, na época com 17 anos de idade, comprou um presente inocente para sua irmãzinha, a pequena Kikuko.

A menina amou tanto a boneca que andava para cima e para baixo com ela, a levava para todos os lugares e até dormia com sua nova amiga. No entanto, em uma época em que os programas de cuidado com a saúde não eram muito avançados, os índices de mortalidade infantil eram elevados demais, e Kikuko contraiu uma gripe que acabou tirando sua vida precocemente, aos 3 aninhos.

A tragédia, claro, devastou a família, que guardou a boneca como uma verdadeira relíquia da filha, mantendo-a de maneira quase ritualística e rezando pela alma da filha em frente à boneca, a quem eles passaram a chamar de Okiku.

E foi assim que tudo teve início: o cabelo da boneca começou a crescer sozinho. A família teve então certeza que um pedaço de sua filha ainda estava com eles, por meio da boneca. Com o passar dos anos, no entanto, era preciso seguir em frente e eles foram embora da cidade. Como parte do processo de avançar com a vida, os pais e o jovem Eikichi preferiram deixar o brinquedo por lá.

Depois de contar a história completa aos monges do templo Mannenji, da ilha Hokkaido, eles entregaram Okiku aos cuidados deles, e lá ela ficou até ser movida para o templo onde está hoje.

Ao longo deste último século, os monges cuidaram da boneca e – acredite! – cortaram seu cabelo para que não passasse muito da altura dos tornozelos. Mas calma! Antes que você questione como é que um espírito do mal não veio puxar os pés do coitado, saiba que o senhor que começou com a tradição dos cortes de cabelo jura ter visto Kikuko em sonho, e a pequena pediu que ele o fizesse.

A história vem despertando curiosidade ao longo das décadas, de forma que souvenirs, réplicas, jogos e até histórias de ficção foram inspiradas em Okiku.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.