4 mortes misteriosas que nem a internet conseguiu resolver
92
Compartilhamentos

4 mortes misteriosas que nem a internet conseguiu resolver

Último Vídeo

Se tem uma coisa que você encontra aos montes na web são teorias da conspiração. Internautas adoram discutir — em lugares como a rede social reddit ou fóruns temáticos — sobre assuntos misteriosos, tentando resolver casos bizarros que até as autoridades já desistiram de investigar. E, para quem tem coragem de estudar o assunto, muitos desses casos envolvem mortes aparentemente inexplicáveis.

Basta fazer uma rápida pesquisa para encontrar tópicos com dezenas de páginas recheadas de teorias dignas de um episódio de “CSI”. O pior de tudo é que, mesmo com os esforços da polícia e com as investigações não-oficiais dos internautas, ainda existem alguns falecimentos macabros que ninguém conseguiu resolver. Selecionamos alguns casos sinistros — será que você conseguiria encontrar a resposta para esses enigmas?

1) As visões de Kathy Hobbs

Na noite do dia 23 de julho de 1987, poucos meses após completar 16 anos, Kathy Hobbs (que morava em Las Vegas) decidiu ir ao mercado comprar um livro e desapareceu. Seu corpo só foi encontrado sete dias depois, quando um andarilho achou seu cadáver em decomposição no meio do deserto. Marcas de pneus, pedras com sangue e lesões na sua cabeça indicavam que Kathy havia sido raptada e morta por traumatismo craniano.

O mais bizarro é que a jovem predizia sua morte desde a infância, afirmando ter premonições de que ela não passaria dos 16 anos. Após seu sepultamento, sua família encontrou cartas escritas um mês antes do incidente, como se Kathy realmente tivesse certeza de que iria morrer. Até hoje, ninguém sabe quem — ou o quê — a matou.

2) Correio macabro

Mary Gillispie, uma motorista de ônibus escolares, estava tendo um caso secreto com o superintendente da escola para a qual ela trabalhava. Um dia, ela começou a receber cartas ameaçando-a caso ela não cessasse com as traições. As ameaças continuaram durante meses, até que seu marido Ron também recebeu um recado intimidador e surtou de vez. Ele entrou em seu caminhão, dirigiu alguns quilômetros e morreu ao bater em uma árvore.

Já casada com o seu até então amante, Mary continuou recebendo as cartas. Um dia, ela encontrou indícios de que o responsável pelas ameaças seria Paul Freshour — cunhado do finado Ron. Paul foi sentenciado e preso… Mas as cartas continuaram chegando, mesmo com ele dentro da cela, assinadas pelo “Escritor de Circleville”. Aliás, o próprio Paul recebeu um bilhete assinado pelo homem que, até hoje, ninguém descobriu quem era.

3) Acidente ou assassinato?

Um caso que ficou muito famoso aqui no Brasil é o de Elisa Lam, uma jovem canadense (de origem cantonesa) que foi encontrada morta na caixa d’água do Cecil Hotel, onde havia se hospedado durante uma viagem. Seu corpo só foi encontrado porque outros hóspedes reclamaram do cheiro e do gosto da água; um funcionário foi verificar e encontrou a estudante de 21 anos boiando, já em decomposição.

A parte estranha dessa história é que, na internet, circula um vídeo no qual Elisa tenta subir pelo elevador, não consegue e começa a se desesperar, contorcendo seu corpo e gesticulando como se estivesse falando com (ou fugindo de) alguém — sendo que não havia mais ninguém no local. No fim, alguns acreditam que ela sofria de transtornos psicológicos; outros, que foi vítima de um serial killer.

4) Preso na chaminé

Aos 18 anos de idade, Josh Maddux simplesmente foi embora de casa sem dizer ao seu pai aonde iria. Ele desapareceu. Após sete anos de muita busca e investigação, os restos mortais de Josh foram encontrados em uma cabana abandonada — e, pior ainda, não muito longe de sua casa original. O jovem estava dentro da chaminé, em posição fetal, com seus joelhos acima da cabeça e com uma das mãos tampando seu rosto. Até hoje, ninguém sabe explicar o que aconteceu.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.