Zozo, o suposto demônio que atormenta os tabuleiros Ouija
Seja o primeiro a compartilhar

Zozo, o suposto demônio que atormenta os tabuleiros Ouija

Último Vídeo

Na maioria das vezes, é difícil rastrear a origem de lendas urbanas e mitos que circulam pela internet. Porém, esse não é o caso de Zozo, uma suposta criatura demoníaca que pode ser invocada através de um tabuleiro Ouija — a famosa ferramenta feita para se comunicar com espíritos e que, aqui no Brasil, também ficou conhecida por nomes alternativos, como brincadeira do copo, jogo do copo ou ou, ainda, sessão de copo.

Zozo foi citado pela primeira vez em março de 2009 pelo internauta Darren Evans, que publicou um extenso relato sobre o demônio em um fórum aberto de ocultismo. De acordo com Evans, ele estava em mais uma sessão convencional de Ouija quando encontrou o demônio pela primeira vez, que forçou a prancheta a se mover incessantemente pelas letras “Z” e “O”. Zozo também disse que estava ali para levar a família do americano ao “paraíso”, e, ao ser questionado onde seria tal local, o espírito escreveu “HELL” (Inferno).

Após ouvir — ou melhor, ler — outras ameaças e obscenidades do demônio, Evans correu para o banheiro para pedir auxílio de sua namorada, que estava dando banho em sua filha de 1 ano. Misteriosamente, a mulher não estava lá, e o banheiro estava transbordando, afogando a pobre criança. O ocultista conseguiu salvar a menina da morte iminente, mas ainda responsabiliza o demônio pelo fato de a filha precisar ser levada ao hospital em outra ocasião, por conta de uma infecção inexplicável.

Evans conta ainda que Zozo reapareceu em outras sessões de Ouija — às vezes, tentando ocultar sua verdadeira identidade e até mesmo pregando peças no americano. Porém, mais cedo ou mais tarde, ele revelava sua malevolência e passava a ameaçá-lo de novo.

Outros casos semelhantes

Obviamente, os mais céticos podem concluir que tudo isso não passou de um delírio ou uma invenção de Evans para chamar atenção na web. Porém, centenas de outras pessoas passaram a relatar experiências com o mesmo demônio apelidado Zozo. Esses casos se tornaram tão populares que, em 2012, foi lançado o filme “I Am Zozo” (Eu sou Zozo, em português), que relata, de forma fictícia, uma das supostas aparições dessa entidade do mal.

Todas as histórias são similares — alguém se senta em uma mesa de Ouija com o objetivo de tentar se comunicar com o além (geralmente, amigos ou familiares recém-falecidos) e acaba se deparando com Zozo, que faz ameaças e brincadeiras. Uma particularidade que merece ser comentada é o fato de que, de acordo com as denúncias, o demônio sempre promete levar alguém para o inferno, e o escolhido, na maioria das vezes, é uma criança ligada a quem iniciou o ritual.

Um dos depoimentos, inclusive, narra que o sobrinho de uma das vítimas começou a correr pela casa gritando “ZOZO! ZOZO!”. No dia seguinte, enquanto estava dentro de um carro junto com sua tia, ambos acabaram se envolvendo em um acidente de trânsito — que, embora grave, felizmente não culminou na morte de ninguém. Obviamente, tal episódio foi encarado como uma maldição de Zozo.

Um nome secular

O mais engraçado é que, embora Zozo pareça ser só mais uma lenda contemporânea da internet, algumas pessoas começaram a pesquisar sobre o assunto e constataram que tal nome não é algo novo — pelo contrário, existem entidades com tal título em livros de séculos atrás. Um dele é o “Dictionnaire Infernal”, de Collin de Plancy, datado de 1816 e que narra a história de uma jovem garota possuída por três demônios: Mimi, Capoulet e Zozo.

É importante ressaltar que a obra de Collin não é uma ficção, mas sim relatos de algo que o autor teria realmente presenciado — e, apesar disso, nem ele mesmo acreditava que se tratava de um caso de possessão. O problema é que algumas pessoas também creem que Zozo pode ser uma derivação do deus mesopotâmico Pazuzu, que, de acordo com tal mitologia, é o rei dos demônios do vento.

Por fim, existem ainda registros do nome “Zoso”, com “s”, que seria uma espécie de símbolo ou código usado em um livro de ocultismo de 1521 para se referir ao deus Saturno. Esse mesmo símbolo, aliás, foi posteriormente adotado pela banda Zed Zeppelin para o seu guitarrista Jimmy Page. E então? Você acha que o Zozo é real ou só mais uma lenda criada para aterrorizar os internautas?

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.