7 pratos bizarros que você encontra no Museu das Comidas Nojentas
39
Compartilhamentos

7 pratos bizarros que você encontra no Museu das Comidas Nojentas

Último Vídeo

Um bom prato de comida começa alimentando os olhos. Isso não quer dizer, entretanto, que pratos feios serão necessariamente ruins, mas provavelmente você irá com um pé atrás para prová-los. Na semana passada, o Museus das Comidas Nojentas foi inaugurado na cidade sueca de Malmo, reunindo cerca de 80 pratos de todos os lugares do mundo.

A iniciativa é de Samuel West, que já tinha inaugurado o Museu do Fracasso – pelo jeito ele se interessa mesmo por coisas fora do convencional. Pratos chineses estão no topo da lista dos mais nojentos, de acordo com o museu, seguindo de perto de criações feitas nos Estados Unidos.

A exposição ficará aberta até o dia 27 de janeiro, e o ingresso custa o equivalente a R$ 75. O alto custo não inclui a degustação, mas você poderá sentir o cheirinho desagradável de alguns dos pratos. As nojeiras expostas são substituídas por pratos novos a cada 2 ou 3 dias, dependendo do período de decomposição dos produtos – por isso o alto custo da entrada.

Já alimentos resultantes de crueldade animal serão expostos em modelos plásticos extremamente fiéis ou, em último caso, através de fotografias. Abaixo, confira algumas das iguarias expostas:

1. Kale pache

Tradicional em países como Afeganistão, Armênia, Grécia, Irã, Turquia e Bulgária, este prato consiste na cabeça cozida de uma ovelha. Outras variações incluem as patas e as tripas.

Kale pache

2. Casu marzu

Esse queijo originário da região da Sardenha, na Itália, atualmente é ilegal em toda a Europa, sendo possível encontrá-lo apenas no mercado negro. Sabe por quê? Apenas por conter larvas vivas em sua fermentação, que podem chegar até seu intestino sem morrer e causar uma grave infecção parasitária.

Casu marzu

3. Ovo centenário

Essa iguaria chinesa é obtida após enterrar um ovo de pata, gansa ou galinha por semanas ou até meses envolto em argila, cinzas, cal, sal e amido de arroz. A clara se transforma em uma espécie de gelatina, enquanto a gema apodrece e ganha uma consistência de ovo cozido.

Ovo centenário

4. Sopa de morcego

Considerada uma iguaria em países como a Indonésia, a Tailândia e o Vietnã, a sopa de morcegos frugívoros é feita com os animais voadores e com gengibre, cebola e sal.

Sopa de morcego

5. Kumis

Tradicionalmente preparado com leite de égua, essa bebida também pode ser extraída de mulas ou camelas. O leite é fermentado e adocicado, sendo muito apreciado em países da Ásia Central.

kumis

6. Menudo

Essa sopa é tradicional no México, principalmente nas noites de Ano-Novo. Ela é feita com as tripas da vaca cortadas em cubinhos e cozidas com água, chambão, cebola, alho, sal, coentro, orégano e pimentas malagueta e preta. Dizem ser ótima para curar a ressaca.

Menudo

7. Natto

Feito de soja fermentada, esse é um prato tradicional do café da manhã japonês. Ele tem um cheiro muito marcante e uma consistência pegajosa.

Natto

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.