Conheça algumas tradições que antecedem os curiosos casamentos chineses
30
Compartilhamentos

Conheça algumas tradições que antecedem os curiosos casamentos chineses

Último Vídeo

Na cultura chinesa, o casamento é considerado a união de duas famílias. Por isso, quando um casal decide se juntar, ambas as famílias passam a ter uma grande participação no matrimônio.

Em geral, as tradições chinesas são bastante complexas e variam de acordo com a cultura e a situação social em que cada um foi criado. Por esse motivo, os rituais que antecedem o casamento podem variar bastante, mas existe uma sequência de etapas conhecida como “Três Cartas e Seis Etiquetas” (三書六禮), que costumam ser seguidas pelos casais que desejam ter um verdadeiro casamento chinês.

Esse é um resumo dos principais passos que fazem parte da preparação dos tradicionais casamentos chineses. Enquanto alguns casais optam por pular algumas dessas etapas, outros valorizam a simbologia desses costumes e recorrem a muitas outras tradições que fazem parte desse tipo de matrimônio. Conheça algumas das peculiaridades dos curiosos casamentos chineses:

1. Pedido de casamento

O nacai (納采) é quando um jovem chinês alcança a idade considerada adequada para o matrimônio e recorre a uma casamenteira para dar início aos trabalhos do casamento. O noivo manda a casamenteira, que costuma ser uma mulher mais velha com um casamento bem sucedido, até a casa da noiva para entregar vários presentes, que incluem cerca de 30 itens diferentes, cada um com um significado especial.

Um dos presentes mais inusitados enviados pelos noivos chineses é um casal de gansos vivos, pois essas aves escolhem um único parceiro para toda a vida e mesmo que um deles morra, o outro não volta a se relacionar. Esse tipo de presente é bastante significativo para a simbologia do casamento chinês.

Se as duas famílias concordarem com o relacionamento, a casamenteira anota o nome completo e a data de nascimento da noiva e passa-se ao próximo passo.

Joias oferecidas à noiva. Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

2. Correspondência das datas de nascimento

Nessa etapa, chamada de wenming (問名), um monge chinês ou um responsável pelo templo analisa a data e horário exatos do nascimento dos noivos para ver se eles são compatíveis. Para a cultura chinesa, isso representa o pedido de aprovação das divindades para que o casal possa ter um matrimônio feliz e próspero.  

3. Oficialização do noivado

Ao descobrir que os noivos são compatíveis de acordo com o cosmos, acontece o naji (納吉), que é o momento em que o noivo confirma o casamento enviando a primeira carta à família da noiva. Essa é a “carta de noivado” que deve trazer as datas de nascimento dos noivos e sempre vem acompanhada de presentes de noivado.

4. Troca de presentes

Nessa fase, que recebe o nome de nazheng (納徵), a família do noivo deve enviar uma série de presentes descritos na segunda carta – que é chamada de “carta de presentes” – para a casa da noiva. Mais uma vez, cada um dos itens tem um significado especial para o matrimônio, como boa sorte e prosperidade. Nesse momento, também é selada uma promessa da família do noivo para a família da noiva.

Para retribuir a gentileza, a família da noiva precisa devolver metade dos presentes recebidos. Em troca, a família do noivo costumam mandar novos itens. Algumas noivas chegam a fazer roupas e sapatos com as próprias mãos para que sejam enviados como presentes para a família do noivo. Os presentes têm como objetivo demonstrar gentileza para com a família da noiva e indicam que a garota será bem vinda em sua nova família.

Cartas trocadas entre as famílias. Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

5. Escolha da data ideal

Assim como os astros foram importantes para confirmar se os pombinhos eram compatíveis e poderiam se casar, nessa etapa do matrimônio – qingqi (請期) – as famílias dos noivos vão buscar a data mais apropriada para realizar o casamento. A escolha é baseada na data e horário de nascimento dos noivos, assim como seus signos no horóscopo chinês.

6. Cerimônia de casamento

Na última fase, chamade de qinying (親迎), o noivo vai até a casa da noiva para entregar a terceira carta, que é a “carta de casamento”. Esse é, na verdade, o dia do casamento. Depois de entregar a carta, o noivo acompanha a noiva para que vistam os trajes típicos e comemorem o casamento com uma cerimônia seguida de um jantar.

Mais algumas curiosidades

  • As cartas trocadas entre as famílias costumam vir dentro de envelopes vermelhos, que é a mesma cor utilizada no pacote dos presentes por representar prosperidade, alegria e boa sorte;
  • Antigamente, com a intermediação da casamenteira e o contato entre as famílias, alguns noivos se conheciam somente no dia do casamento;
  • A família da noiva costuma pagar um dote ao noivo, que pode ser entregue no noivado ou dias antes do casamento. O valor é combinado entre as famílias, mas espera-se que a família da noiva sempre pague um pouco a mais para demonstrar que não é mesquinha, que a família do noivo é muito generosa e que as duas famílias terão prosperidade;

Pais mostram o dote oferecido ao noivo. Fonte da imagem: Reprodução/Very Wed

  • Os presentes trocados entre as famílias devem ser sempre em números pares em uma referência ao casal. Ainda, eles costumam incluir alimentos (como frutas, vinhos e chá), cigarros e joias para a noiva;
  • Em casamentos em que os noivos falam dialetos variados e têm costumes diferentes, a noiva precisa seguir as tradições dos ancestrais do noivo;
  • Casar em um dia par de um mês par (de acordo com o calendário chinês) é considerado um bom presságio;
  • O enxoval da noiva é enviado à família do noivo junto com o retorno dos presentes e inclui roupas, roupas de cama, um jogo de chá, itens de costura, joias e artigos para bebês.
Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.