Festival dos pelados: saiba mais sobre essa bizarra celebração japonesa
249
Compartilhamentos

Festival dos pelados: saiba mais sobre essa bizarra celebração japonesa

Último Vídeo

Bem, aqui no Brasil, durante o Carnaval estamos acostumados a ver pessoas usando bem pouca roupa nos desfiles das escolas de samba, não é mesmo? Inclusive achamos comum ver uma porção de traseiros rebolando pelas avenidas do samba. Pois no Japão existe um festival no qual as pessoas também circulam com pouca roupa, mas, ao contrário daqui, ele é restrito aos homens e a regra é que todos estejam quase nus.

Fonte da imagem: Reprodução/Kotaku

De acordo com o site Kotaku, o festival dos pelados é conhecido no Japão como "Hadaka Matsuri", e o último evento grande ocorreu em Okayama, reunindo — como você pode conferir na imagem acima — milhares de homens seminus. Na verdade, os participantes não ficam completamente sem roupa, atendendo ao festival apenas com o tradicional "fundoshi", ou seja, aquele tecido que os lutadores de sumô costumam usar para cobrir parcialmente suas intimidades.

Pouca roupa e muita sorte

Fonte da imagem: Reprodução/Kotaku

A ideia do festival é atrair a boa sorte, e para isso os peladões devem recolher diversos itens sagrados. Os festejos acontecem em templos budistas ou santuários shinto, e o maior do país ocorre no Templo Saidai-ji, que começou a celebrar o hadaka matsuri há cerca de 500 anos.

Segundo a organização nacional de turismo do Japão, aproximadamente 9 mil homens — quase pelados — participaram do último festival, então imagine só a quantidade de traseiros descobertos que não foi vista desfilando!

Fonte da imagem: Reprodução/Kotaku

Como você deve ter percebido, ninguém parece muito preocupado com estar quase nu na frente dos outros, e isso acontece porque, no Japão, não existe uma preocupação tão grande assim com o que os demais pensam.

Isso significa que, em piscinas públicas ou fontes termais, por exemplo, as pessoas não se sentem intimidadas ao ficar com pouca roupa diante de estranhos. Mas e você, leitor, encararia vestir uma “sunguinha” de lutador de sumô e se apertar no meio de tantos homens?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.