Empresa aérea passa a cobrar passagem de acordo com peso corporal
13
Compartilhamentos

Empresa aérea passa a cobrar passagem de acordo com peso corporal

Último Vídeo

A empresa aérea Samoa Air instituiu uma forma bastante diferente de cobrar suas passagens. Basicamente, quem estiver com aqueles “quilinhos extras” precisará agora pagar para transportá-los. Embora o valor pago dependa da duração de cada voo, os passageiros têm agora que pagar entre US$ 50 e US$ 200 a mais por cada 45 quilos.

De acordo com o chefe-executivo da Samoa Air, Chris Langton, a medida foi adotada para lidar com o “problema de peso” característico da região das Ilhas de Samoa. “É simplesmente a forma mais justa de viajar”, afirmou Langton, em entrevista ao ABC Radio. “Não se trata de taxas por excesso de bagagem e nem nada disso — ocorre apenas que um quilo ainda é um quilo.”

Fonte da imagem: Reprodução/The Verge

Os voos da Samoa Air são quase todos conduzidos com aeronaves de 12 lugares — o que significa que qualquer peso extra, de fato, deve ser levado em conta, em caso de comparações com aviões de grande porte. Resta agora saber se o modelo acabará adotado por outras companhias.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.