Adolescentes pedem US$ 250 em batatas fritas e são expulsos de restaurante
1.573
Compartilhamentos

Adolescentes pedem US$ 250 em batatas fritas e são expulsos de restaurante

Último Vídeo

Um grupo de adolescentes conseguiu recentemente enfurecer empregados e consumidores em uma das lojas da rede de fast-food McDonald’s na Coreia do Sul. Os sujeitos pediram o equivalente a US$ 250 em batatas fritas para, em seguida, espalhar o “espólio” todo sobre várias mesas. Ao testemunhar o festival glutão, um dos empregados do estabelecimento acabou se enchendo e botando a trupe para correr.

Fonte da imagem: Reprodução/RocketNews24

Curiosamente, a despeito do que normalmente acontece quando se instala um combate do tipo “cidadão comum vs. empresa grande e sem rosto”, o funcionário do McDonald’s foi apoiado por grande parte da comunidade online por sua postura. Quer dizer, basta bater os olhos na imagem acima para perceber que é muito mais batata frita do que o mirrado grupo poderia ingerir — mesmo que uma parte virasse munição de “guerra de comida”.

Porções gigantes por apenas US$ 1,63

A cena acima não tem sido propriamente rara em restaurantes do McDonald’s, sobretudo nas lojas localizadas na Coreia do Sul e no Japão. Isso porque a rede lançou nos países uma promoção em que se pode adquirir uma porção grande de batatas fritas pelo valor relativamente reduzido de US$ 1,63.

Fonte da imagem: Reprodução/RocketNews24

O resultado, como já seria de se imaginar, são adolescentes munidos de doses maciças de amido, as quais nem sempre vão parar em seus estômagos. A prática tem causado vários inconvenientes como, por exemplo, atrasos nas refeições dos demais consumidores e questões relacionadas à manutenção sanitária.

Por outro lado, resta a questão óbvia: essas pessoas, de fato, pagaram o valor pedido pela refeição e, portanto, seria de direito terminar o festival de “glutonice” antes de deixarem o local pacificamente... De qualquer forma, não faltam consumidores pedindo que o McDonald’s reveja suas políticas de promoções, a fim de evitar mais inconvenientes.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.