5 paranoicos que estavam certos, no fim das contas
53
Compartilhamentos

5 paranoicos que estavam certos, no fim das contas

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Alguns dos personagens que vamos listar foram chamados de paranoicos de plantão e acusados de quererem aparecer com suas informações e polêmicas — principalmente no meio político e na espionagem. No entanto, a História veio provar que eles estavam certos e que seus dados iam muito além de elaboradas teorias da conspiração.

1. Saddam Hussein

Assustado e com medo de sofrer um atentado a qualquer momento: assim era Saddam Hussein, ditador do Iraque. Muitas de suas aparições em público eram feitas por um de seus vários sósias. Mas não adiantou: depois de ser deposto em 2003, ele foi perseguido e capturado pelos Estados Unidos, morrendo enforcado três anos mais tarde.

2. Martha Mitchell

Martha Mitchell foi casada com John N. Mitchell, que era procurador-geral dos Estados Unidos. Depois do divórcio, ela foi à imprensa acusar o governo americano de envolvimento em atividades ilegais e foi considerada louca e desequilibrada. Pouco tempo depois, o escândalo de Watergate veio à tona e o presidente Richard Nixon renunciou ao cargo.

3. Rick Rescorla

Rick Rescorla foi um veterano da Guerra do Vietnã que trabalhou como segurança no World Trade Center. Ele afirmou que o mais popular complexo de Nova York era inseguro e poderia facilmente ser bombardeado por um caminhão cheio de explosivos dentro de sua garagem, o que de fato aconteceu em 1993. Rick também achava que os prédios eram muito vulneráveis a ataques aéreos. E foi justamente em 11 de setembro de 2001 que Rick foi visto pela última vez.

4. Joseph McCarthy

Senador americano na década de 1950, Joseph McCarthy foi julgado como radical por acusar centenas de pessoas do departamento de estado e do exército dos Estados Unidos de fazerem parte de uma conspiração comunista. Depois que alguns documentos da KGB foram interceptados, foi revelado que realmente existiam agentes soviéticos infiltrados dentro do governo. Ok, não eram centenas. Mas eles estavam lá!

5. Mao Tsé-Tung

Mao Tsé-Tung foi um líder comunista chinês que governou o país 1949 a 1976. Ele era bastante desconfiado, especialmente de Deng Xiaoping, a quem acusava ser de direita e conspirar contra o avanço do comunismo na China. Sua paranoia não foi em vão: depois que Mao Tsé-Tung morreu, Deng virou um dos principais líderes da China e alavancou um projeto de reforma no país, fazendo com que leis e costumes da região fossem de encontro ao capitalismo.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.