Mulher que envenenou a amiga por considerá-la feliz é presa na Indonésia
3.040
Compartilhamentos

Mulher que envenenou a amiga por considerá-la feliz é presa na Indonésia

Último Vídeo

A indonésia Jessica Wongso foi condenada, nesta quinta-feira (20), por ter assassinado Wayan Mirna ao adicionar cianeto (veneno) em seu café. O crime aconteceu em 6 de janeiro de 2016 em uma cafeteria de Jacarta e teria ocorrido só porque Wongso considerava a amiga uma pessoa feliz.

O julgamento de Wongso, apelidada por alguns de “A assassina do café”, chocou a Indonésia, onde o crime aconteceu, bem como a Austrália, país onde a ré vive há alguns anos.

As autoridades australianas concordaram em cooperar com as investigações da polícia indonésia com a condição de que Wongso não fosse sentenciada à morte. 

O magistrado Kisworo, responsável por presidir o painel de três juízes nos julgamentos de Jacarta, considerou que Wongso havia sido “sádica” e “vil” ao premeditar a morte da amiga.

De acordo com o juiz Binsar Gultom, a acusada estava passando por problemas pessoais e trabalhistas em dezembro de 2015, quando se encontrou com Mirna. Ao ver que a amiga estava realizada em seu casamento e vida profissional, arquitetou um plano para assassiná-la.  

De acordo com o jornal britânico The Guardian, ao ouvir o veredicto com sua sentença, Wongso não demonstrou emoção alguma. Sua pena foi estipulada em 20 anos. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.