Bizarro: conheça cinco produtos de uso comum que são radioativos
547
Compartilhamentos

Bizarro: conheça cinco produtos de uso comum que são radioativos

Último Vídeo

Quando publicamos aqui no Mega Curioso uma lista com os cinco lugares mais radioativos do planeta, nós alertamos sobre os perigos de chegar a regiões próximas a essas localidades. O que muita gente não sabe ainda é que muitos produtos, alguns até consumidos por nós sem qualquer restrição, são radioativos também. Descubra a seguir que produtos são esses:

1 – Castanha-do-pará

Aparentemente inofensivas e totalmente saudáveis, essas castanhas potencialmente lideram o ranking de alimentos radioativos, com índices elevados de potássio-40 e rádio-226. A boa notícia é que o rádio dessas castanhas não fica retido em nosso corpo, mas ainda assim é bizarro imaginar que essas nozes têm material radioativo em sua composição, não é mesmo? Dos alimentos, é certamente o mais radioativo.

2 – Cerveja

Uma das bebidas mais queridinhas dos brasileiros também contém isótopo de potássio-40, o que não a torna exatamente radioativa – ufa! A verdade é que alimentos com potássio vão apresentar esse isótopo radioativo, nem que seja em pequenas quantidades.

3 – Detectores de fumaça

Por essa você não esperava, a gente sabe, mas cerca de 80% dos detectores de fumaça fabricados no mundo contêm o isótopo radioativo amerício-24, um emissor de partículas alfa e beta. O problema desse elemento é que ele tem uma vida longa, de cerca de 430 anos – felizmente a presença desse isótopo não representa riscos à saúde humana, a não ser, é claro, que você resolva comer um detector de fumaça. A gente não recomenda.

4 – Lâmpadas fluorescentes

Esses itens às vezes contêm uma pequena lâmpada cilíndrica de vidro com krypton-85, que nada mais é do que um emissor de radiação. A meia-vida desse elemento é de aproximadamente 10 anos, e você deve se preocupar com ele somente se a lâmpada se quebrar – mas a emissão de tóxicos, mesmo nesses casos, ainda é baixa.

5 – Algumas pedras preciosas

Já ouviu falar de zircão? Trata-se de um mineral naturalmente radioativo e que é usado na confecção de joias. Além do zircão, algumas pedras preciosas passam por processos de radiação para que fiquem ainda mais brilhantes. Entre elas podemos citar o berilo, a turmalina, o topázio e alguns diamantes. De novo, a radiação desses objetos não é preocupante, mas é bizarro pensar que algumas pessoas os mantêm em contato com a pele por longos períodos de tempo.

*Publicado em 24/02/2015

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.