Causa nobre faz jovem estudante de Harvard entrar para o livro dos recordes
64
Compartilhamentos

Causa nobre faz jovem estudante de Harvard entrar para o livro dos recordes

Último Vídeo

Um estudante da Universidade de Harvard bateu o recorde de tempo em pé sobre uma bola de exercícios ao superar 5 horas e 25 minutos nessa condição. Garrett Lam, de 21 anos, realizou o feito em setembro, e no dia 28 do mesmo mês foi informado oficialmente de que entraria para o Guinness, o livro dos recordes.

Até então, Lam havia conseguido permanecer já por longas 3 horas em cima da esfera de borracha, mas sua motivação para se tornar o detentor do recorde mundial tinha um propósito maior. A intenção era conseguir uma visibilidade maior e arrecadar fundos para o Colégio de Altruísmo Efetivo de Harvard, instituição de caridade que procura trabalhar para realizar o bem e melhorar o mundo.

“Nós podemos fazer uma enorme quantidade de coisas boas sem um sacrifício tão grande”, declarou o estudante em entrevista ao site Boston Globe, por telefone. Ele criou um site para receber as doações e, até o momento, já arrecadou cerca de US$ 1,5 mil (cerca de R$ 5,9 mil). A meta é atingir pelo menos US$ 3,4 mil (R$ 13,4 mil).

O jovem americano contou que ficou sabendo sobre a existência desse recorde há quase dois anos. No primeiro momento, nem pensou em aceitar o desafio de quebrá-lo. Somente quando viu a possibilidade de aliar o feito à arrecadação de fundos para a instituição da qual faz parte é que seu interesse despertou, e ele resolveu fazê-lo.

Quebrando o recorde

As quase 5 horas e meia que Garrett Lam enfrentou em pé sobre uma bola de borracha estão registradas no vídeo que foi publicado em seu canal no YouTube (topo). Com um relógio logo atrás do jovem contando o tempo para a realização do feito, estavam presentes algumas testemunhas para certificar que ele atendia a todas as regras estipuladas pelo Guinness.

Para cumprir o seu objetivo, o americano afirmou que não passou por grandes preparações. Algumas semanas antes, praticou durante 2 horas na frente da TV, mas não passou disso. No dia do grande feito, então, sentiu a verdadeira dificuldade. Já com 1 hora em pé sobre a bola de borracha de 75 centímetros, as pernas começaram a tremer, e ele teve que auxiliar o equilíbrio abrindo os braços.

Lam explicou que justamente essa foi a maior complicação. Suas pernas tinham muitos espasmos, e constantemente ele precisava procurar uma maneira de aliviá-las, deixando o equilíbrio mais difícil.

“No final do desafio, eu estava muito feliz, mas eu não pude andar por algumas horas”, declarou o jovem. Segundo contou em entrevista ao Boston Globe, por toda a dor que sentiu, ele só pretende batalhar pelo recorde novamente se tiver um propósito maior. “Eu não acho que faria isso por satisfação pessoal. Mas se as pessoas me seguirem e continuarem apoiando essas causas, eu vou tentar novamente”, encerrou.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.