Algumas vantagens bem interessantes de fazer sexo frequentemente
2.199
Compartilhamentos

Algumas vantagens bem interessantes de fazer sexo frequentemente

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Duke, nos EUA, revelou que fazer sexo pode aumentar a espiritualidade. Na pesquisa, os homens que receberam doses da ocitocina, hormônio conhecido por sua influência no prazer sexual, demonstraram mais interesse nas questões ligadas à alma. 

Além disso, o experimento sugeriu que os homens que receberam a substância também sentiram mais emoções positivas durante práticas de meditação. Eles estavam mais inclinados a se verem interconectados com outras pessoas e seres vivos, dando notas maiores a afirmações como “todas as vidas são interconectadas” ou “existe um plano superior de consciência ou espiritualidade que une todas as pessoas”.

Esses resultados foram publicados no periódico Social Cognitive and Affective Neuroscience. Os participantes que receberam a ocitocina estavam mais dispostos a dizer que a espiritualidade era importante em suas vidas e que a vida possui um significado e propósito em relação ao grupo que recebeu apenas placebos. Os estudos foram realizados apenas com homens.

Amor e espiritualidade

A ocitocina, liberada pelo hipotálamo durante o sexo, durante o parto e a amamentação, atua de forma diferente em homens e mulheres. Os pesquisadores também alertam que os resultados não devem ser generalizados, já que existem várias definições de espiritualidade. 

Patty Van Cappellen, psicóloga social em Duke, nos lembra que a espiritualidade e a meditação já foram relacionadas à saúde e ao bem-estar em estudos anteriores. A melhora na qualidade do sono e a queima de calorias também são alguns dos conhecidos benefícios do sexo para a saúde. Mais do que realizar fantasias e desejos, a prática sexual está diretamente ligada ao aumento da qualidade de vida.

Segundo a sexóloga do site de encontros casuais C-date, Carla Cecarello, uma vida sexual satisfatória pode levantar a autoestima e trazer benefícios para o corpo e a mente. “A pessoa que possui uma autoestima elevada investe nela mesma, e isso é vantajoso do ponto de vista físico, emocional, profissional, espiritual e intelectual, o que, consequentemente, traz uma melhora na qualidade de vida”, explica a sexóloga. A especialista lista a seguir os principais benefícios da prática sexual para a saúde. Confira:

Relação dos outros benefícios do sexo

Alívio do estresse: Cecarello explica que o estresse está relacionado a diversas doenças cardíacas e a problemas de saúde. A liberação de endorfina durante o sexo ajuda a aliviar as tensões e gera sensação de bem-estar ao lado do parceiro. 

Alívio das dores de cabeça: um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Münster, na Alemanha, mostrou que a relação sexual ajuda a aliviar algumas dores, incluindo enxaquecas. Eles observaram que fazer sexo diminuiu a enxaqueca de 60% dos entrevistados que disseram manter relações mesmo com a dor. A explicação para isso estaria na liberação de hormônios capazes de aliviar a dor, como as endorfinas. 

Mais benefícios para o corpo: a sexóloga do C-date comentou que fazer sexo ativa a circulação sanguínea, o que contribui para que o corpo não tenha dores devido à atividade física exercida e se sinta relaxado após a relação sexual. 

Melhora da libido: fazer sexo também pode aumentar o apetite sexual e trazer uma vida sexual mais ativa tanto para homens quanto para mulheres. 

Melhora do humor: durante a prática sexual, a liberação de dopamina no cérebro aciona a zona de prazer e causa a sensação de bem-estar para o corpo humano. “Podemos enxergar claramente essa relação entre sexo e melhora do humor”, enfatiza a especialista do C-date. Segundo uma pesquisa realizada pela Durex Global Sex Survey, em 2014, o sexo melhora o humor para 63% dos homens e 72% das mulheres. 

Melhora na qualidade do sono: a especialista do C-date também explica que, após o corpo atingir o orgasmo, um hormônio chamado prolactina é liberado. Ele é responsável por proporcionar a sensação de relaxamento e sonolência, o que pode contribuir para a melhora na qualidade do sono. 

Protege o coração: o sexo é uma grande atividade física, portanto oferece todos os benefícios comuns da prática. Uma pesquisa realizada na Universidade de Tufts, nos Estados Unidos, mostrou que o sexo regular funciona como exercício cardiovascular. Com isso, o sexo aumenta as chances de combater o câncer e diminui os sintomas da menopausa e da TPM. 

Queima de calorias: se funciona como exercício, porém, não há nada que mostre quantas calorias são queimadas durante a prática. “O que sabemos é que a quantidade de oxigênio necessária no cérebro no momento do orgasmo é a mesma usada no cérebro para subir dois lances de escada ou caminhar 1,5 km durante 30 minutos”, explica Carla. 

Sexo reduz a depressão: segundo a sexóloga, a atividade sexual reduz os episódios de humor depressivo, pois a sensação de bem-estar e a melhora da autoestima ajudam nos casos de depressão. 

Vida mais longa: um estudo realizado pela Queen's University, no Reino Unido, revelou que pessoas que fazem sexo pelo menos duas vezes por semana vivem mais do que aquelas que o fazem uma vez por mês. Esta é a conclusão da pesquisa, que acompanhou, durante 10 anos, mil homens que entraram na terceira idade. Aqueles que fizeram sexo viveram duas vezes mais. 

***

Este artigo foi enviado pela Visão Estratégica Comunicação.

***

A equipe do Mega lembra, ainda, que sexo bom é sexo feito com consentimento e camisinha. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.