60
Compartilhamentos

Cientistas estão desenvolvendo camisinha mais prazerosa com hidrogel

Último Vídeo

Atenção! Se você se incomoda com temas que envolvam sexo ou violência, ou tem menos de 18 anos, é melhor parar por aqui. Caso contrário, é só prosseguir para o nosso artigo.

*****

Embora as camisinhas sejam consideradas como um dos contraceptivos mais eficientes disponíveis atualmente, elas nem sempre são utilizadas. As reclamações mais frequentes estão relacionadas à falta de sensibilidade durante o ato sexual.

Pensando nisso, um time de pesquisadores da University of Wollongong, na Austrália, está desenvolvendo uma camisinha utilizando um material inédito: hidrogel. Segundo Robert Gorkin, que encabeça o grupo e ganhou em 2013 uma bolsa de R$ 309 mil para conduzir a pesquisa, os resultados são bastante promissores.

Os cientistas explicam que o hidrogel está disponível há bastante tempo, mas só recentemente começou a ser utilizado em procedimentos cirúrgicos e próteses. A substância não é só resistente o suficiente como para substituir o látex, mas também pode se lubrificar sozinha e conduzir eletricidade. Essas propriedades aumentam o potencial de que uma camisinha feita com hidrogel traga mais prazer ao utilizador.

Apesar das notícias promissoras, camisinhas de hidrogel ainda não estão perto de chegar ao mercado. O time ainda vai fazer uma parceria com a Swinburne University of Technology e realizar testes biométricos mais estritos com o material. Além disso, também será observada a atividade cerebral dos usuários durante os testes para verificar se o novo material é realmente mais prazeroso.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.