Imagem de Paul Andrew (Fonte da imagem: Reprodução/Universe Today)

Embora todas as atenções pareçam estar voltadas exclusivamente para Marte esta semana, existem alguns olhos — e muitos dispositivos — vigiando o nosso Sol atentamente. De acordo com o pessoal do site Universe Today, um filamento medindo incríveis 800 mil quilômetros de comprimento foi avistado no último domingo na superfície da estrela.

Esses filamentos são formados quando o campo magnético presente na atmosfera solar mantém o plasma suspenso entre a cromosfera — camada visível da superfície — e a coroa, apresentando uma coloração mais escura devido à temperatura do plasma mantido nesse estado ser mais baixa do que a temperatura da superfície do Sol.

Superfilamento

Imagem de Leonard Mercer (Fonte da imagem: Reprodução/Universe Today)

O filamento que foi avistado no último dia 5 é tão extenso que o seu comprimento equivale à distância entre a Terra e a Lua, duas vezes! A primeira imagem, a que abre esta notícia, foi registrada por Paul Andrew, consistindo em 6 imagens em alta resolução para compor o Sol e outras 5 imagens para mostrar as proeminências que você pode observar nas extremidades.

A segunda imagem, que você pode conferir logo acima, é de autoria de Leonard Mercer, consistindo em 11 imagens em alta resolução que mostram, além do superfilamento, as três principais manchas solares.

Fonte: Universe Today