Fotografias mostram como eram as tatuagens antes da década de 60
709
Compartilhamentos

Fotografias mostram como eram as tatuagens antes da década de 60

Último Vídeo

Acredita-se que a tatuagem seja tão antiga quanto a própria humanidade. O registro mais antigo pertence a Ötzi, o Homem de Gelo descoberto nos Alpes entre a Áustria e a Itália que viveu por volta de 5,3 mil anos atrás. Foram identificadas 61 tatuagens na múmia.  

O mesmo aconteceu com múmias egípcias, como Amunet, que teria vivido entre 2160 e 1994 a.C. e apresenta indícios de tatuagem que poderiam ter relação com os cultos à fertilidade. A finalidade das tatuagens mudou ao longo dos tempos, desde o registro da história até as mudanças pelas quais o homem passava, como a puberdade ou a transformação em guerreiro. 

Em tempos modernos, a tatuagem foi muito usada por marinheiros e tornou-se comum nos presidiários. Daí surgiu o estigma de “marginalizado” a quem exibia desenhos na pele.

Confira algumas fotos anteriores à década de 60:

1. Tatuador Hugo Schmidt, da Alemanha. Registro feito em 1907

2. Tatuador George Burchett, em 1936

3. Sessão de tatuagem realizada por Les Skuse

4. Novamente Les Skuze ao lado de Pam Nash. Este era o projeto de como seu corpo ficaria ao terminarem as tatuagens.  

5. Registro de 1930

6. Mulher olha sua tatuagem em homenagem ao ator Gary Cooper, feita pelo tatuador George Burchett, na década de 30

7. Registro da década de 60: os tatuadores ainda não usavam luvas

8. Aliás, não existiam muitas preocupações com a higiene na época

9. Homem durante um exame para servir ao exército

10. Chinatown, New York, 1920

11. Um registro curioso: essa é Margareth McGowan. Ela foi morta pelo assassino Jack the Stripper

12. Tatuagens da década de 50

13. Modelos de desenhos para tatuagem

Confira outros registros na galeria:

*Publicado em 05/10/2015

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.