O Mega Curioso visitou a exposição do Castelo Rá-Tim-Bum em São Paulo

O Mega Curioso visitou a exposição do Castelo Rá-Tim-Bum em São Paulo

O Museu da Imagem e do Som em São Paulo está vivendo o seu momento mais popular de todos os tempos. Tudo isso graças à exposição do Castelo-Rá-Tim-Bum, uma homenagem ao programa infantil da TV Cultura que em 2014 completa 20 anos do início de sua veiculação. Produzida em conjunto com a equipe original da televisão e os museólogos do MIS, o Mega Curioso decidiu visitar este que tem se provado um dos lugares mais visitados de São Paulo.

Logo na entrada o visitante vai se deparar com uma gigantesca imagem do Castelo, que foi colocada na lateral do museu. A foto é tão grande que a torre principal foi obrigada a ficar de fora, se projetando para o céu em um efeito que torna a entrada do MIS um lugar muito aconchegante e familiar para os fãs da série. Ainda maior e mais assustador que o grande castelo é o tamanho da fila que os visitantes têm encontrado para entrar, especialmente nos finais de semana.

Como entrar na exposição

A primeira dica que podemos dar é que você compre o seu ingresso antecipadamente pela internet. O MIS tem feito campanhas para a disponibilização de novos lotes conforme os ingressos vão se esgotando. Assim como na bilheteria, uma pessoa pode adquirir somente quatro entradas, que devem ser retiradas na recepção do evento.

Se você quiser tentar a sua sorte, ou não houver bilhetes disponíveis na internet para o seu dia livre, o jeito será ir até a exposição bem cedo para garantir a entrada. A equipe do Mega Curioso chegou ao local por volta das nove da manhã e conseguiu comprar ingressos apenas para uma sessão às 16h. Isso ocorre porque a organização do MIS acredita que é mais importante garantir a boa experiência dos visitantes, limitando o número de pessoas que podem ficar dentro da exposição ao mesmo tempo.

Visitando o Castelo

A exposição ocupa o primeiro e o segundo andar do Museu, sendo também dividida em duas partes. Na primeira delas, os visitantes vão conhecer peças do acervo do programa, a maioria recuperada e restaurada pela equipe do MIS. Entre os itens que podem ser encontrados estão objetos de cena, fotografias, figurinos dos personagens e diferentes trechos do programa. Uma adição bacana para esta sessão é composta pelos depoimentos gravados pelos atores do elenco original criados especialmente para a exposição.

Ainda mais interessante é a segunda parte da mostra, que conta com uma experiência capaz de emocionar qualquer marmanjo: uma visita ao Castelo. Desde o portão com o simpático robô porteiro e seguindo por mais de dez ambientes, a exposição aqui recria com perfeição os sets do castelo. Nessa parte, o público também poderá ver os bonecos originais da popular série, como o Gato Pintado, o monstro Mau, a cobra Celeste e as botas Tap e Flap.

Programações para todos os gostos

O MIS levou tão a sério o aniversário de 20 anos do Castelo Rá-Tim-Bum que apenas uma exposição seria pouco. O museu conta com uma enorme programação complementar para fãs de todas as idades, mas especialmente aos pequenos que não tiveram chance de assistir ao programa na época. Os finais de semana receberão espetáculos com diferentes atores do elenco, como Rosi Campos (Morgana) e Angela Dip (Penélope).

No campo educativo, a inovação do MIS fica por conta do de uma série de oficinas artísticas gratuitas voltadas para o público geral e professores. Entre os itens ligados ao Castelo está “Stop Motion: Ratinho Castelo Rá-Tim-Bum”, que vai de 13 de agosto a 5 de setembro e consiste em uma oficina da clássica técnica de animação com massinha.

Sobre o programa

Para o público que desconhece, o Castelo Rá-Tim-Bum foi o programa mais popular já produzido pela TV Cultura, com uma audiência extremamente elevada para o seu cunho educativo. Ele foi filmado e exibido entre 1994 e 1997 como uma sequência espiritual de outro sucesso da emissora, batizado de Rá-Tim-Bum, que por sua vez também deu origem a um terceiro show, Ilha Rá-Tim-Bum. O Castelo foi criado pelo dramaturgo Flávio de Souza e pelo diretor Cao Hamburger e conta com roteiros de Dionisio Jacob, Cláudia Dalla Verde e Anna Muylaert.

O Castelo Rá-Tim-Bum também foi um absoluto sucesso de crítica, ganhando vários prêmios nacionais, como o de melhor programa infantil de 1994 pela Associação Paulista de Críticos de Arte – APCA e o Prêmio Sharp de Música para o melhor disco infantil. A série também teve um grande destaque internacional, arrematando a medalha de prata na categoria de melhor programa infantil do Festival de Nova York em 1995 e tendo seus direitos de transmissão adquiridos pela Nickelodeon, que o reproduziu por toda a América Latina.

O Castelo era formado pela colaboração de 250 profissionais, entre diretores, atores, equipe de efeitos visuais, cenógrafos, pintores, marceneiros, músicos, professores de português e especialistas em pedagogia. O sucesso da série foi tão grande que em 1999 ela ganhou um longa-metragem, exibido em muitas salas de cinema no Brasil e no mundo.

O Museu da Imagem e do Som fica localizado na Avenida Europa, 158, em São Paulo. A exposição permanecerá aberta até o dia 12 de outubro de 2014. Ela funciona de terças a sextas das 11:00 às 21:00, sábados das 09:00 às 23:00 e domingos e feriados das 09:00 às 20:00.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.