Conheça as 10 passagens aéreas mais caras do mundo
320
Compartilhamentos

Conheça as 10 passagens aéreas mais caras do mundo

Último Vídeo

Se você já utilizou sistemas de pesquisa online para a compra de passagens aéreas, com certeza deve ter se surpreendido com escalas bizarras ou com preços exorbitantes, mas com certeza nada do que você viu passa perto do que vamos mostrar aqui.

Após se questionarem sobre qual seria a passagem aérea mais cara do mundo, a equipe do Jalopnik pediu a ajuda de seus leitores para encontrar a resposta. Com o trabalho em conjunto, eles encontraram trechos que custam o mesmo que um carro importado. Você tem palpites sobre qual é a mais cara?

Para manter o suspense, vamos começar a lista pelo final. Prepare-se, pois o susto é grande! Lembre-se: o valor mostrado aqui é sempre para a passagem de apenas uma pessoa, somente de ida!

10. Fairbanks (Alasca/EUA) – Auckland (Nova Zelândia)

Você já deve saber que a Emirates é uma das companhias aéreas mais luxuosas (e caras) do mundo. Mas, para a surpresa de muitos, ela só aparece no último lugar desta lista. Uma viagem passando por Dubai, antes de chegar à Nova Zelândia, tem seu preço: são US$ 28.066 (R$ 57 mil) em uma viagem de 36 horas.

9. Dallas (EUA) – Londres (Reino Unido)

Fonte da imagem: Reprodução/Jalopnik

Sair de Dallas para ir até Londres não deveria ser tão demorado (nem mesmo tão caro), mas, com a All Nippon Airways (ANA), você vai passar por diversas cidades diferentes, voando por quase 28 horas e gastando US$ 31.464 (R$ 64 mil). Mas por que tanto assim? Aqui a razão é simples: como a companhia aérea opera só no Japão, passar por ela gera uma combinação que soma as tarifas da viagem e eleva o preço lá no alto.

8. Miami (EUA) – Tóquio (Japão)

Fonte da imagem: Reprodução/Jalopnik

São quase 25 horas de viagem e, depois de voar, você vai estar US$ 32.758 (R$ 66.700) mais pobre.

7. Nova York (EUA) – Londres (Reino Unido)

Que tal sair de Nova York, dar uma passadinha por Tóquio para, só então, chegar ao seu destino: Londres? É incomum, mas é possível pela All Nippon Airways (ANA). Como dissemos anteriormente, por se tratar de uma companhia estritamente japonesa, as tarifas são combinadas e o valor gerado é demasiadamente elevado.  Neste trecho, você teria que investir US$ 37.297 (R$ 76 mil) e voar por nada menos do que 41 horas.

6. Nova York (EUA) – Frankfurt (Alemanha)

A mesma coisa acontece nesse trecho: a saída de Nova York tem a Alemanha como destino, mas, antes disso, você vai passar pelo Japão – e, de quebra, vai pagar novamente US$ 37.297 (R$ 76 mil) por 44 horas de viagem.

5. Nova York (EUA) – Lisboa (Portugal)

Mais uma viagem que passa pela japoensa All Nippon Airways (ANA): são US$ 37.360 (R$ 76 mil) e quase 47 horas dentro de um avião, com uma parada que parece obrigatória para todos os trechos da companhia: Tóquio.

4. Nova York (EUA) – Istambul (Turquia)

Fonte da imagem: Reprodução/Jalopnik

Se você tem US$ 37.992 (R$ 77.400) e quase 46 horas sobrando, pode tentar viajar de Nova York para a Turquia, passando primeiro pelo Japão (claro!) e depois pela Alemanha, só por diversão.

3. Nova York (EUA) – Oslo (Noruega)

São 28 horas de viagem, em um voo que normalmente não passa de 7 horas de duração. Com escalas estranhas, você vai pagar US$ 39.001 (R$ 79.500) para chegar a um local que fica distante, mas nem tanto assim.

2. Santiago (Chile) – Beirute (Líbano)

Fonte da imagem: Reprodução/Jalopnik

Voar em um Boeing e em um Airbus na mesma viagem é o que a Air France oferece nesse trecho com uma parada em Paris para a troca de aeronave. No entanto, a brincadeira não é nada barata: são US$ 39.525 (R$ 80.500) em um voo de 20 horas e 30 minutos.

1. Nova York (EUA) – São Paulo (Brasil)

Fonte da imagem: Reprodução/Jalopnik

Sim! Estamos no topo da lista! Quem quiser voar pela All Nippon Airways (ANA) vai – além de desembolsar um valor estratosférico – levar absurdas 59 horas para chegar. O mais louco disso tudo é que, em vez das tradicionais 9 ou 10 horas de voo direto (50 horas a menos!), você sai da América do Norte, voa até Tóquio, no Japão, em seguida vai até Londres, no Reino Unido, para só então chegar ao Brasil!

Acredite: o trecho simples JFK – GRU pode levar você por três diferentes continentes, sem qualquer motivo. Voos com escalas surreais como estas geralmente contam com bons descontos, já que é considerado o desgaste do passageiro, mas não é o caso deste trecho. São US$ 40.994 (R$ 83.500) para este “programa especial”.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.