44
Compartilhamentos

Conheça Bonsai, o amoroso cãozinho perneta que precisa da sua ajuda

Último Vídeo

O nome dele é Bonsai, tipo o daquelas miniárvores japonesas que fazem sucesso entre os amantes da jardinagem. Apesar de extremamente lindo, esse cachorrinho de olhar meigo precisa de muita ajuda dos humanos para sobreviver.

E não falamos apenas de colocar ração ou água ou de brincadeiras ao ar livre: Bonsai nasceu com problemas de formação, como atrofia das patinhas traseiras. Recentemente, elas precisaram ser amputadas. O filhote de buldogue também possui uma pélvis disfuncional, além de uma série de outras doenças.

Apesar de todos os problemas, não falta amor na vida de Bonsai

As patinhas dianteiras, que sobraram, também possuem uma deformação: Bonsai nasceu com a “síndrome do cão nadador”, que faz com que ele não consiga se apoiar completamente nessas patinhas, gerando uma enorme pressão em seus órgãos internos

Apesar de tudo isso, Bonsai é um cãozinho muito alegre. A ONG Friends of Emma está ajudando os seus donos a pagarem todos os tratamentos veterinários necessários, mas também pede ajuda da população para que o pequeno buldogue perneta possa sobreviver.

Bonsai sabe fazer amizades

Além dele, a ONG, com sede no Texas (EUA), cuida de cachorros que nasceram com outros problemas de formação. Bonsai nasceu no Arkansas e já virou o mimo de seus criadores. Um saco de fluído interno pode ter sido o responsável pela quantidade de má-formação que seu corpo apresentou. Mesmo assim, os veterinários acreditam que ele poderá ter uma vida normal.

Você pode contribuir com doações através deste link. Até o momento, mais de US$ 13 mil foram arrecadados. Ou também pode mandar presentinhos pela Amazon, neste outro link

E se você ainda tiver alguma dúvida, pode conferir a alegria de viver do pequenino através desse vídeo que mostra uma de suas sessões de fisioterapia (antes da extração das patinhas traseiras):

Você já ouviu falar em cachorrinho com síndrome do cão nadador? Comente no Fórum do Mega Curioso

.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.