Cientistas registram chimpanzé cuidando de filhote deficiente pela 1ª vez
155
Compartilhamentos

Cientistas registram chimpanzé cuidando de filhote deficiente pela 1ª vez

Último Vídeo

Pesquisadores japoneses publicaram recentemente um artigo na revista científica Primate, e no texto eles contam como uma filhote de chimpanzé que nasceu com deficiência motora sobreviveu por quase dois anos na natureza graças aos cuidados de sua mãe e de uma irmã mais velha.

A bebê foi vista pela primeira vez em 2011, em meio a um grupo de chimpanzés com cerca de 60 indivíduos que vivem no Parque Nacional Montanhas Mahale, na Tanzânia. Ela nasceu com uma condição similar à Síndrome de Down, além de ter uma malformação na espinha que afetava suas pernas, e por isso não era capaz de se mover sozinha. Por isso, sua mãe a carregava nos braços para onde quer que o bando fosse, além de sustentar a filhote para que ela pudesse mamar.

Quando a mãe precisava se ausentar, a irmã mais velha da pequena primata tomava conta dela, e apesar de nenhum outro dos membros do grupo jamais ter mostrado qualquer tipo de hostilidade em relação ao animal debilitado. Os registros da filhote com deficiência se estenderam por 23 meses, até ela desaparecer do bando em 2013. Na época, a irmã que ajudava a cuidar dela teve o seu próprio bebê, o que deixou os cuidados apenas a cargo da mãe.

Ela provavelmente morreu de subnutrição, pois chimpanzés na idade que ela tinha antes de sumir já estão se alimentando de folhas e frutos, enquanto a macaca continuava apenas mamando e nunca foi vista comendo nada sólido. De acordo com o artigo, o estudo desse comportamento entre os primatas selvagens pode nos ajudar a entender como a humanidade se tornou uma espécie tão social através de sua evolução.

Você conhece alguma história de um animal cuidando de outro que estivesse ferido ou doente? Conte para a gente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.