Descubra por que os vaga-lumes estão sumindo
886
Compartilhamentos

Descubra por que os vaga-lumes estão sumindo

Último Vídeo

Fala a verdade: quando foi a última vez que você viu um vaga-lume? Na minha infância, a long long time ago, eles pareciam existir aos montes. Adorava tentar caçá-los, mas raramente tive sucesso. Agora, eu já não faço ideia de quando foi a última vez que vi um desses insetos. Por onde eles andam?

De acordo com este artigo do site MNN, eles estão desaparecendo! E não só eles: abelhas, borboletas e anfíbios estão diminuindo dia a dia. As razões exatas para isso não são muito claras, mas o artigo aponta três possibilidades: perda do habitat natural, produtos químicos tóxicos e poluição luminosa.

“A maioria das espécies de vaga-lumes cresce como larvas em madeiras e detritos às margens de lagos e riachos. Normalmente eles permanecem próximos à área onde nasceram, como pântanos, florestas e campos”, explica um artigo publicado em um site dedicado a esses animais brilhantes.

#saudades

Espetáculo visual

Como os seres humanos estão evoluindo cada vez mais, regiões antes repletas de vaga-lumes deram espaços a plantações ou até mesmo urbanização. Isso diminui drasticamente os lugares propícios para eles nascerem e brilharem. Além disso, a poluição luminosa dificulta a comunicação entre o macho e a fêmea, que utilizam suas luzinhas para se encontrarem.

Apesar da queda no número de vaga-lumes, alguns lugares tentam preservar essa espécie de animal que encanta qualquer um. Na China, um parque foi povoado com 10 mil larvas desse inseto, que produziram um espetáculo incrível quando eclodiram.

Localizado na cidade de Wuhan, o parque recebeu larvas de vaga-lumes que criaram um espetáculo único

Nos EUA, a Floresta Nacional de Smoky Mountain é um atrativo para turistas. Localizada no Tennessee, essa região conta com uma quantidade imensa de vaga-lumes que brilham em sincronia, matando as saudades de quem não via um bichinho desses há muito tempo. Talvez eu deva ir para lá relembrar a minha infância, hein? Ou será que os leitores do Mega me recomendam algum lugar no Brasil em que os pirilampos ainda brilhem com maestria?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.