Engenheiro divulga nova teoria sobre a construção das pirâmides do Egito
1.048
Compartilhamentos

Engenheiro divulga nova teoria sobre a construção das pirâmides do Egito

Último Vídeo

A nova teoria sobre a construção das pirâmides sugere que os egípcios ergueram as estruturas a partir de uma base de escombros e acrescentaram grandes blocos de pedra posteriormente.

Peter James, um engenheiro britânico que trabalha na empresa Cintec International, é o responsável pela afirmação que contraria a teoria mais difundida entre os arqueólogos até então. De acordo com as crenças atuais, as pirâmides teriam sido construídas com blocos gigantes de pedras que foram carregados até o local através de rampas.

Mas o engenheiro insiste que tal façanha seria impossível, já que as rampas precisariam medir pelo menos 400 metros de comprimento para que se conseguisse o ângulo certo para levar os blocos às partes mais altas da construção.

Peter James, engenheiro e especialista nas pirâmides do Egito. Fonte da imagem: Reprodução/Mirror

“De acordo com as teorias atuais, para depositar os dois milhões de pedras necessárias, os egípcios teriam que colocar um grande bloco nas rampas a cada três minutos. Se isso tivesse acontecido, ainda haveria sinais de que as rampas estiveram lá e não há nada”, explica James, que estuda as pirâmides há mais de duas décadas.

O especialista também acredita que a parte de dentro das pirâmides seja feita de pequenos blocos facilmente manuseáveis. Ainda, James defende que as estruturas foram construídas de dentro para fora.

Outro fator que sustenta a teoria do engenheiro é a descoberta de uma quantidade imensa de pequenas pedras que estavam presas apenas pelo tronco de uma palmeira de milhares de anos e foram descobertas dentro da pirâmide Step.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.