Confira os últimos trabalhos de 10 artistas famosos
53
Compartilhamentos

Confira os últimos trabalhos de 10 artistas famosos

Último Vídeo

1 – Keith Haring

A obra incompleta que você acabou de ver acima é de autoria do artista e ativista norte-americano Keith Haring, famoso por expressar conceitos como a sexualidade, nascimento, morte e guerra em seus trabalhos. Ele faleceu aos 31 anos de idade em decorrência de complicações relacionadas com a infecção do vírus HIV em 1990.

2 – Pablo Picasso

Belo e ao mesmo tempo ligeiramente perturbador, o quadro acima é o último autorretrato do pintor espanhol Pablo Picasso. De 1972, a obra — feita em giz de cera sobre papel — foi criada menos de um ano antes da morte do artista, aos 91 anos. Segundo pessoas próximas a Picasso, ele trabalhou quase a noite toda na véspera de seu falecimento.

3 – Vincent van Gogh

Há um pouco de controvérsia sobre qual teria sido a última obra de van Gogh. Alguns acreditam que esta seria o quadro “Campo de Trigo com Corvos”, de 1890 — que você pode ver abaixo —, já que esse foi o cenário que o holandês escolheu para cometer suicídio pouco tempo depois de finalizar a pintura. Entretanto, alguns especialistas acreditam que é mais provável que “Raízes de Árvores” (acima), também de 1890, tenha sido seu último quadro.

“Campo de Trigo com Corvos”

4 – Frida Kahlo

o quadro acima, intitulado “Viva La Vida”, foi a última obra de Frida Kahlo — que concluiu a  pintura apenas oito dias antes de morrer, isso aos 47 anos de idade. Curiosamente, a artista escolheu retratar melancias, fruta que é empregada como símbolo durante a popular festividade mexicana do “Día de los Muertos”, quando é comum ver imagens de mortos consumindo a fruta.

5 – Jean-Michel Basquiat

Basquiat morreu em 1988, vítima de uma overdose de heroína quando tinha apenas 27 anos de idade. Assim como van Gogh, existe um debate sobre qual teria sido a última obra do artista norte-americano, mas muitos apontam a — inegavelmente macabra — pintura acima, chamada “Cavalgando com a Morte”, de 1988, como sendo seu último trabalho.

6 – Salvador Dalí

O quadro acima, “Cauda de andorinha e violoncelo”, foi a última pintura a óleo de Dalí, que faleceu aos 84 anos de idade em 1989. A obra faz parte de uma coleção chamada “Série de Catástrofes”, na qual o artista espanhol tenta expressar o seu entendimento sobre uma teoria proposta pelo matemático francês René Thom — que fez um estudo sobre como pequenas alterações podem provocar mudanças repentinas de comportamento.

 7 – Gustav Klimt

“A Noiva”, de 1918, foi o último quadro de Gustav Klimt. No entanto, o artista austríaco não conseguiu finalizar a sua obra — por essa razão as mulheres aparecem nuas... ele não teve tempo de vesti-las. Na verdade, esse é um aspecto fascinante sobre a técnica de Klimt, já que ele primeiro pintava seus personagens despidos para depois cobrir seus corpos com pintura.

8 – Rembrandt van Rijn

Rembrandt faleceu aos 63 anos, em 1669, e não teve tempo de finalizar o quadro acima, intitulado “Simeão com o Menino Jesus no Templo”. A obra retrata uma passagem bíblica presente no evangelho de Lucas, na qual Maria e José levam Jesus até o templo de Jerusalém. Historiadores acreditam que a figura que aparece ao fundo foi adicionada após a morte do artista holandês e, enquanto acreditam que ela representa Maria, outros pensam que pode ser Ana, a profetiza.

9 – Caravaggio

A dramática pintura acima, chamada “O Martírio de Santa Úrsula”, provavelmente é a última obra do italiano Michelangelo Merisi da Caravaggio. O quadro foi finalizado em 1610, mesmo ano em que o artista faleceu — enquanto viajava à Roma para receber o perdão papal por ter matado um rapaz durante um duelo em 1606. As circunstâncias da morte de Caravaggio nunca foram completamente esclarecidas e ele não chegou a ser formalmente perdoado pelo Papa.

10 – Claude Monet

Entre os anos de 1920 e 1926, Claude Monet criou uma série de murais intitulados “Les Grandes Décorations”, suas últimas obras. Eles trazem as famosas Nenúfares, que foram criadas quando tanto a saúde como a visão do pintor francês já estavam se deteriorando.

Como você deve saber, ao final de sua vida, Monet sofria de cataratas, e os problemas com os olhos podem ser vistos claramente refletidos em suas pinturas — que passaram de coloridas e vibrantes a imagens pouco definidas e com cores pesadas em seus últimos anos.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.